Após ser eliminado da Primeira Liga no meio de semana, quando perdeu por 1×0 para o Atlético-PR, o Flamengo voltou a campo na noite desse sábado (26) e novamente teve um desempenho ruim. A derrota para o Volta Redonda liga o alerta, já que com o resultado de hoje no Raulino de Oliveira o Flamengo amarga uma sequência de quatro jogos sem vitória.

Com o resultado, o Flamengo caiu para a 4ª posição na tabela e pode terminar a rodada fora da zona de classificação da Taça Guanabara, dependendo da combinação de resultados dos jogos que fecham a rodada amanhã (27). O próximo jogo pelo Carioca é o clássico contra o Vasco, na próxima quarta (30), em Brasília.

 

PRIMEIRO TEMPO LENTO, COM POUCAS CHANCES DE PERIGO

Desde o início da partida, o Flamengo parecia não conseguir passar pela zaga do Volta Redonda. As tentativas de chegada ao ataque eram frustradas pelo bom posicionamento da zaga adversária, que impedia a equipe rubro-negra de chegar ao ataque com perigo.

Com dificuldade de infiltrar na área adversária, o Flamengo conseguiu uma boa oportunidade com Gabriel. O meia conseguiu um bom chute de fora da área, mas a bola saiu sobre o gol de Mota. Na sequência do lance, César Martins conseguiu travar o chute de Vinícius Pacheco na hora, impedindo que o meia do Voltaço conseguisse uma boa finalização.

O restante da primeira etapa foi marcado por poucas finalizações pelas duas equipes e sem muito perigo de gol. Pelo lado rubro-negro, Ederson conseguiu boa finalização, que foi defendida por Mota, e Gabriel acertou o travessão em cobrança de falta. Já pelo Volta Redonda, Vinícius Pacheco tentou nova finalização no rebote de um escanteio, mas não levou perigo ao gol de Paulo Victor, encerrando o primeiro tempo sem gols no Raulino.

 

ZAGA FALHA E VOLTA REDONDA CHEGA AO GOL EM BOA JOGADA INDIVIDUAL

A primeira chegada ao ataque do Flamengo na segunda etapa parou nas mãos de Mota, que fez boa defesa. Após jogada de Ederson, Vizeu atrasou a bola para Cirino que chutou com força em direção ao gol, mas a bola foi espalmada para fora pelo goleiro do Volta Redonda.

O goleiro do Voltaço ainda se destacou naquela que foi uma das poucas jogadas de perigo do Flamengo no jogo. Após boa jogada, Arão finalizou dentro da pequena área e Mota fez uma bela defesa no lance. Aos 25 minutos, Vizeu errou a finalização dentro da pequena área e a bola acabou saindo à direita do gol de Mota, que só acompanhou o lance.

A defesa do Volta Redonda continuava bem posicionada em campo e  passou a usar os contra-ataques para tentar abrir o marcador, o que acabou dando resultado. Em uma arrancada do time mandante da partida, o atacante Niltinho fez bela jogada individual e cruzou rasteiro para área. Enquanto Wallace pedia impedimento no lance, o meia Rafael Pernão só empurrou a bola para o fundo das redes, fazendo 1×0 Volta Redonda no Raulino.

 

QUATRO JOGOS SEM MARCAR

O Flamengo amarga uma sequência de quatro jogos sem vitória, período no qual não conseguiu se quer marcar um gol. Resultados adversos de 1×0 contra Confiança, Atlético-PR e Volta Redonda, além do empate sem gols contra o Fluminense, mostra a dificuldade da equipe rubro-negra em chegar com efetividade ao ataque adversário.

 

PRESSÃO PARA O CLÁSSICO

Além da falta de bons resultados na temporada, o Flamengo enfrenta um jejum de vitórias contra o Vasco, seu próximo adversário na competição. Há 7 jogos a equipe rubro-negra não consegue vencer a equipe cruzmaltina, retrospecto que só promete aumentar a pressão para o clássico e a cobrança da torcida sobre a equipe e o técnico Muricy Ramalho.

 

FICHA TÉCNICA

Volta Redonda x Flamengo

Local: Raulino de Oliveira

Data: 26/03/2016

Horário: 18h30min

Flamengo: Paulo Victor; Rodinei, César Martins, Wallace e Chiquinho; Márcio Araújo, Willian Arão e Ederson; Marcelo Cirino, Gabriel (Alan Patrick) e Felipe Vizeu. Técnico: Muricy Ramalho

Volta Redonda: Mota; Luis Gustavo, Luan, Mailson e Cristiano; Marcelo, Bruno Barra, Dija Baiano (Niltinho) e Vinícius Pacheco (Lopes); Hugo (Rafael Pernão) e Thiago Amaral. Técnico: Felipe Surian.

Cartão amarelo: Flamengo – César Martins / Volta Redonda – Luan, Bruno Barra, Niltinho e Hugo

Arbitragem: João Batista de Arruda

Assistentes: Gabriel Viana e Gilberto Stina

Público: 2.255 pagantes / 3.112 presentes

Renda: R$54.110