Após GL Events e CSM, que tinham um acordo para que o clube jogasse no Maracanã caso as empresas comprassem a concessão do estádio, desistirem da negociação com a Odebrecht, o Flamengo divulgou nota reiterando que não aceitará negociar com a Lagardère, que passou a ser a única interessada no negócio. O clube voltou a defender a realização de uma nova licitação e pediu apoio da torcida à posição de não aceitar negociar. Leia a íntegra da nota publicada no site do Flamengo:

Sobre o posicionamento das empresas GL e CSM em relação ao Maracanã, o Clube de Regatas do Flamengo afirma que:

1) O Flamengo entende a decisão da GL e da CSM de desistir do processo de concorrência para assumir o contrato de concessão do Maracanã e compartilha os argumentos apresentados pelas referidas empresas.

2) Desde abril de 2016, quando publicou nota oficial a esse respeito, o Clube deixou claro e, de forma reiterada, sua posição de que o melhor caminho para o futuro do Maracanã é um novo processo licitatório, feito com regras claras e que permita a participação direta dos clubes, que são os responsáveis pelo principal produto do Maracanã: o futebol.

3) O Flamengo reforça mais uma vez que não fará nenhum tipo de negociação com a Lagardère e seus parceiros comerciais. Nossa experiência com eles evidencia uma total incompatibilidade com os princípios e valores do Flamengo.


4) Por fim, o Flamengo espera que os torcedores e associados apoiem o Clube e acreditem que vamos sempre defender os direitos de nosso maior patrimônio: a Nação Rubro-Negra.

 
 
O que você pensa sobre isso?


Vire Apoiador do MRN: entenda melhor clicando nesse nesse link: bit.ly/ApoiadorMRN

Outras formas de ajudar este projeto:
– Nosso site faz parte do plano de afiliados do Nação, o programa de sócio-torcedor do Flamengo. Se você clicar em bit.ly/STdoMRN e aderir ao programa, ou até mesmo renovar seu atual plano, o Mundo Rubro Negro ganha 50% da sua primeira mensalidade.