O Flamengo quebrou o silêncio a respeito da punição da FIBA (Federação Internacional de Basketball) à CBB (Confederação Brasileira de Basketball), que teve como conseqüência imediata a exclusão dos clubes brasileiros (Flamengo, Bauru e Mogi das Cruzes) da Liga das Américas, competição mais importante do continente que começa hoje, no México.

Durante a apresentação do pivô norte-americano Hakeem Hollins, nesta quinta (19), o vice-presidente de Esportes Olímpicos, Alexandre Póvoa, discorreu sobre a posição do clube, dizendo que o Flamengo buscará judicialmente um ressarcimento para todos os prejuízos.

— Se realmente o Flamengo estiver fora da Liga das Américas desse ano, nós vamos nos ver no direito de recorrer judicialmente e processar todas as entidades e pessoas que nos fizeram ficar fora disso, nos dando um enorme prejuízo financeiro e desportivo.

Segundo o dirigente, o clube só tornou o assunto público agora por uma questão estratégica. A Liga Nacional de Basquete (LNB) ainda tinha esperança de convencer a FIBA do grande erro que seria punir os clubes, já que o alvo era a CBB. Em nota oficial divulgada também nesta quinta, a entidade que organiza o Novo Basquete Brasil lamenta o episódio e critica a FIBA, sugerindo que suas tentativas em busca de um bom desfecho para o caso foi frustrada.

Póvoa contou que existe uma promessa por parte da FIBA Américas de incluir os clubes brasileiros na Liga das Américas dentro dos próximos 20 dias caso estes consigam reverter a situação com a FIBA. No entanto, o vice de Esportes Olímpicos do Flamengo disse estar pouco esperançoso e revelou uma decepção.


— Confesso que não estou acreditando muito nessa história. A grande decepção que nós temos dessa história toda é da FIBA Américas. Estranhamente eles foram muito rápidos ao divulgarem a tabela da Liga das Américas. Sempre soltaram a tabela no final de dezembro, mas desta vez, sem os clubes brasileiros, fizeram isso no final de novembro, poucos dias depois do anúncio da punição.

Entenda o caso

Em 14 de novempro do ano passado a FIBA anunciou a punição à CBB após vários ultimatos. O motivo alegado é o não cumprimento de obrigações que cabem a uma federação nacional. Entre outras falhas estão as dívidas da entidade, a ausência em competições internacionais e a desistência de organizar a etapa brasileira do 3×3 Mundial. Com isso, times e seleções brasileiras ficam impedidos de atuarem em partidas oficiais. A suspensão vai até o dia 28 de janeiro.
O que você pensa sobre isso?


Vire Apoiador do MRN: entenda melhor clicando nesse nesse link: bit.ly/ApoiadorMRN

Outras formas de ajudar este projeto:
– Nosso site faz parte do plano de afiliados do Nação, o programa de sócio-torcedor do Flamengo. Se você clicar em bit.ly/STdoMRN e aderir ao programa, ou até mesmo renovar seu atual plano, o Mundo Rubro Negro ganha 50% da sua primeira mensalidade.