O Flamengo não terá o apoio de seu torcedor na decisão do Campeonato Estadual. Isso porque na noite desta quinta-feira (20), o Tribunal de Justiça Desportiva puniu o Mais Querido pela briga entre torcidas organizadas no confronto contra o Vasco. O TJD determinou que o rubro-negro terá que fazer dois jogos com portões fechados, além de pagar 10 mil reais. O clube ainda pode recorrer e deve se pronunciar nesta sexta-feira.



O caso ocorreu no dia 3 de outubro, terceira rodada do Campeonato Carioca. As equipes se enfrentaram no Rio de Janeiro depois de nove anos e graças a ausência das arenas do Estado, já que todas ainda estavam com o Comitê Olímpico, Flamengo e Vasco se enfrentaram no Tijuca Tênis Clube com torcida única rubro-negra. No segundo quarto, quando o Fla vencia por dezesseis pontos, membros de torcidas organizadas começaram a brigar e interromperam o andamento do duelo.

Dezessete dias depois do caso, o Tribunal de Justiça Desportiva agendou o julgamento justamente depois do Flamengo ter conseguido uma vaga na grande final. O TJD definiu que além de uma multa de 10 mil reais, o clube terá que jogar com portões fechados nas duas próximas partidas. Isso significa que mesmo conseguindo a vantagem do mando de campo na final pela tabela do campeonato, o Mais Querido não poderá contar com sua torcida no primeiro jogo da decisão e nem, caso necessário, no terceiro.


Alexandre Póvoa, Vice-Presidente de Esportes Olímpicos do clube da Gávea, falou sobre sua insatisfação com a federação ao Garrafão Rubro Negro após a vitória do Flamengo. O VP ainda lembrou que o duelo diante do Botafogo teve local alterado menos de 72h antes do confronto, o que é contra as regras do campeonato: “O que aconteceu foi um desrespeito. Fomos comunicados 24 horas antes do jogo sobre a mudança e, no regulamento, está explícito que a modificação só pode ocorrer em 72 horas. Ninguém sabe disso, mas entramos com um mandado de segurança e de garantia para a partida acontecer no Tijuca, mas os caras mal avaliaram e o indeferiram às 20h. Estranhamente hoje tem o julgamento de um episódio que ocorreu há três semanas. Já poderiam ter julgado, mas vão julgar antes da final. Se o Flamengo se sentir prejudicado na decisão do tribunal, vai se colocar no direito de se retirar do campeonato e não disputar a decisão. O Flamengo ganhou uma vantagem dentro da quadra. A confusão não interferiu em nada no resultado, o Vasco venceu a partida e o episódio aconteceu fora. E, sobre a marcação do julgamento, afirmo que o Flamengo não participará de um circo. Se na sexta-feira tivermos que sair do campeonato, igual aconteceu na Copa Rio, vamos agradecer muito, mas faremos“.

Com o resultado de três votos a dois pela punição, o Fla fica sem o apoio do torcedor, mas ainda pode recorrer da decisão do tribunal. O primeiro jogo da final entre Flamengo e Vasco será na segunda-feira, às 21h. O local não está definido.

Seja um #ApoiadorMRN! Ajude contribuindo com R$ 5, R$ 10 ou R$ 20 mensais e participe do nosso grupo exclusivo de WhatsApp e muito mais. Esta é a forma que nós temos de manter e planejar o nosso projeto como um todo. Se você possui um negócio ou serviço que precisa ser divulgado, temos planos de apoio a partir de R$ 50 mensais com publicidade no nosso site e redes sociais. Clique aqui e vire um #ApoiadorMRN: bit.ly/ApoiadorMRN
Participe da campanha especial de arrecadação para viabilizar a produção e edição de conteúdo no canal do MRN no YouTube. Doe qualquer quantia de forma rápida e segura!