Em um jogo marcado pelo equilíbrio, Flamengo e Atlético-MG empataram em 1 a 1, no primeiro confronto da decisão da Copa do Brasil Sub-20. O clássico aconteceu na noite desta quinta-feira (08), no estádio Independência, que recebeu 10.327 expectadores. As esquipes voltam a campo na próxima sexta-feira (16), às 16h, para o segundo e decisivo duelo.

Mesmo sem ter uma grande atuação, os Garotos do Ninho saíram na frente com um gol de cabeça marcado pelo zagueiro Bernardo. O Atlético-MG pressionou e empatou da mesma forma com o volante Cícero. Gol fora de casa não é critério de desempate na decisão. Sendo assim, caso a igualdade persista na partida de volta, o vencedor da Copa do Brasil Sub-20 será conhecido através de cobranças de pênaltis.

O jogo

Com o apoio de sua torcida que compareceu em bom número ao estádio Independência, o Atlético-MG comandou as ações na primeira etapa do jogo. Enquanto o Flamengo aguardava uma chance para contra-atacar, o Galo trabalhava melhor a bola, tentando achar espaços na zaga rubro-negra. Marco Túlio foi bastante acionado pelo lado atleticano. Devido ao bom posicionamento defensivo dos Garotos do Ninho, o atacante passou a arriscar de fora da área e levou perigo.

Bem postado defensivamente, o Flamengo encontrava muita dificuldade para trabalhar a bola no meio-campo. Os jogadores rubro-negros apostavam na ligação direita, o que não se mostrou a melhor estratégia. Aos 32 minutos, João Pedro arriscou de fora da área, dando o primeiro chute do Flamengo em direção ao gol do Atlético.

A investida ao ataque animou o Rubro-Negro que passou a rondar mais a área atleticana. Em resposta, o Galo carimbou o travessão defendido por Gabriel Batista.  Aos 43 minutos o ponta Gabriel Silva fez uma linda jogada, com direito a chapéu no marcador e passe para Jean Lucas chegar batendo. O camisa 8, porém, chutou mal, mas conseguiu o escanteio. Kleber cobrou o córner e Bernardo, de cabeça, abriu o placar no Horto. Atlético 0 x 1 Flamengo. No lance seguinte ao gol rubro-negro, o Atlético foi ao ataque e teve um pênalti marcado a seu favor. Depois de muita reclamação, o árbitro Jeferson Antônio da Costa consultou o auxiliar e voltou atrás da decisão.


GOL DO FLAMENGO! BERNARDO!

 

A vantagem no placar não acomodou o Mais Querido. Diferente do que aconteceu na etapa inicial, o Flamengo começou o segundo tempo no campo ofensivo criando oportunidades de gol. Aos três minutos, Lucas Silva tirou dois jogadores da marcação e bateu de curva. A bola passou muito perto da meta atleticana. Organizado defensivamente, o Flamengo não sofria pressão do Atlético, que tinha mais posse de bola, mas pouco arriscava.

Como sempre acontece, Patrick e Lincoln entraram nos lugares de João Pedro e Loran, respectivamente. Desta vez as substituições não tiveram o efeito esperado. Gilmar Popoca promoveu outras mudanças para oxigenar o time. O Flamengo tinha o controle do jogo, apesar da pressão do Atlético. Mas aos 36 minutos do segundo tempo, o volante Cícero igualou o marcador no Independência, deixando tudo igual no primeiro jogo da decisão. Atlético-MG 1 x 1 Flamengo. 

Flamengo: Gabriel Batista; Kleber, Bernardo, Rafael e Moraes (Wesley); Theo (Gabriel Magalhães), Jean Lucas, João Pedro (Patrick); Lucas Silva, Gabriel Silva (Bill) e Loran (Lincoln). Treinador: Gilmar Popoca.

Foto: Bruno Cantini / Atlético Mineiro

O que você pensa sobre isso?


Vire Apoiador do MRN: entenda melhor clicando nesse nesse link: bit.ly/ApoiadorMRN

Outras formas de ajudar este projeto:
– Nosso site faz parte do plano de afiliados do Nação, o programa de sócio-torcedor do Flamengo. Se você clicar em bit.ly/STdoMRN e aderir ao programa, ou até mesmo renovar seu atual plano, o Mundo Rubro Negro ganha 50% da sua primeira mensalidade.