A equipe comandada por Gilmar Popoca não deu chances ao São Caetano e segue na luta pelo bicampeonato

 
No estádio José Liberatti, em Osasco, Flamengo e São Caetano se enfrentaram em jogo válido pela 3ª fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior. As duas equipes já haviam se enfrentado na fase de grupos e a partida terminou empatada em 1 a 1.

Primeiro tempo

A primeira chegada foi do São Caetano em cobrança de falta, mas a bola explodiu na barreira. A equipe paulista seguiu melhor nos minutos iniciais, trocando passes na intermediária e buscando mais espaços. Muitas trocas de passes, mas pouca precisão nas finalizações.

Na primeira chegada do Fla, aos 9 minutos, Patrick cobrou falta na intermediária, a zaga do São Caetano afastou, Jean Lucas pegou o rebote e abriu o placar. O goleiro não pôde fazer muito e só acompanhou a bola entrar no seu canto direito.

O São Caetano após o gol acordou, seguiu agredindo o Fla e quase conseguiu o empate após chute cruzado de Felipinho, mas o goleiro Gabriel Batista fez a defesa em dois tempos.

O Flamengo tentava pela direita com Kléber, mas o segundo gol quase saiu pela esquerda. Vinícius Jr recebeu e bateu cruzado para a boa defesa do goleiro Wagner, que espalmou e mandou para escanteio. Na cobrança, a zaga afastou.

Aos 30, mais uma vez o Fla chegou pelo lado esquerdo. Vinicius Jr recebeu em liberdade e bateu cruzado para a defesa de Wagner. No minuto seguinte, outra chegada com o camisa 18 que mandou rasteiro pra área, Patrick tentou a finalização mas foi travado pelo zagueiro.

As duas equipes diminuíram o ritmo e cometiam muitas faltas. A partida ficou truncada e sem chances de gols. A única saída do São Caetano era com Felipinho pela direita. O camisa 11 recebia em velocidade, partia pra cima do lateral Moraes e mandava pra área.

Muitas faltas nos minutos finais, e o Flamengo seguia parando as jogadas com falta. Aos 42, Théo cometeu falta em Felipinho, recebeu o seu segundo cartão amarelo na competição e não enfrenta o Cruzeiro. Sem muitas oportunidades nos minutos finais, a primeira etapa terminou em 1 a 0 para o Mais Querido do Brasil.

Segundo tempo

A segunda etapa começou bastante disputada. O São Caetano tomava as primeiras iniciativas, por estar atrás no placar, e o Flamengo respondia. Assim como no primeiro tempo, o Flamengo logo conseguiu neutralizar as subidas do adversário. Aos 9 minutos, Patrick cobrou falta bastante perigosa, o zagueiro Dener cabeceou e obrigou o goleiro Wagner a fazer grande defesa e mandar para escanteio. Na cobrança, a defesa afastou o perigo.

Aos 11 minutos, mais uma chance clara de gol para o Flamengo. Pela direita, Vinicius Jr recebeu belo lançamento de Patrick, partiu em velocidade e bateu cruzado em cima do goleiro. Na sequência, outro chute bloqueado e a bola foi para escanteio. Vinicius Jr cobrou bem e o capitão Dener desviou para marcar o segundo do Flamengo.

Após parada para atendimento ao zagueiro Dener, o jogo retomou menos disputado. O Flamengo trocava passes na intermediária mas não conseguia chegar até Lincoln. O camisa 9 buscava a bola, se desmarcava mas estava sempre bem cercado. Sem muitas opções ofensivas, a equipe paulista buscava sempre a dupla Felipinho e Matheus. Com muita velocidade pelo meio, o camisa 10 era o mais perigoso da equipe. Após cobrança de falta, a bola passou por todos até sobrar para Felipinho, mas o atacante desperdiçou a chance mais clara do São Caetano até então. Na sequência o Flamengo respondeu com Vinicius Jr, que recebeu belo passe de Patrick e chutou em cima do goleiro.

Aos 25 minutos, foi a vez do São Caetano finalizar com bastante perigo. Matheus fez o drible e chutou rasteiro, a bola passou pela direita do goleiro Gabriel Batista.

Mesmo com muitas substituições, a equipe paulista já demonstrava cansaço e o Flamengo aproveitou para buscar o terceiro gol.

Aos 40 minutos, após boa troca de passes, Hugo Moura arriscou de longe e carimbou a trave de Wagner. Com a entrada de Gabriel Silva o Fla ganhou mais velocidade na criação, mas pecava no último passe.

Com a partida já definida, o Fla seguia trocando passes na intermediária a espera do apito final. Aos 48, ainda teve tempo para mais um escanteio para o Flamengo. Após cobrança curta, Kléber recebeu e cruzou na medida para Jardeu. Na primeira tentativa o camisa 19 furou, mas na segunda ele não errou e balançou as redes para matar a partida e garantir o Mais Querido do Brasil nas oitavas de final da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

O próximo desafio do Flamengo na Copinha é contra o Cruzeiro, no domingo, pelas oitavas de final.

Escalações

Flamengo: Gabriel Batista; Kleber, Dener, Rafael e Moraes; Hugo Moura, Théo e Jean Lucas; Patrick (Gabriel Silva), Vinicius Jr (Jardeu) e Lincoln (Lucas Silva).

São Caetano: Wagner; Léo Pereira (Alefe), Raphael, Wesley e Matheus Abreu(Vitor Luís) ; Jonatthan, Nonato (Renan) e João Mello (Luciano Santos) ; Matheus, Felipinho (Marcos Vinicius) e Marlon.

 
O que você pensa sobre isso?


Vire Apoiador do MRN: entenda melhor clicando nesse nesse link: bit.ly/ApoiadorMRN

Outras formas de ajudar este projeto:
– Nosso site faz parte do plano de afiliados do Nação, o programa de sócio-torcedor do Flamengo. Se você clicar em bit.ly/STdoMRN e aderir ao programa, ou até mesmo renovar seu atual plano, o Mundo Rubro Negro ganha 50% da sua primeira mensalidade.