Neste domingo (04), às 11h00, o Flamengo receberá o Botafogo em seu primeiro clássico carioca do Campeonato Brasileiro. Em 2017 as duas equipes se enfrentaram duas vezes, todos pelo Campeonato Carioca e com o rubro-negro saindo vencedor em ambas.

Havia expectativa para que o jogo acontecesse na Arena do Flamengo, na Ilha do Governador, mas o embate será no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, onde o maior campeão carioca jamais perdeu um clássico. São cinco vitórias e dois empates. Contra o adversário da manhã deste domingo, o único duelo no palco deste domingo aconteceu em 2005, quando Renato Abreu, Diego Souza e Léo Moura viraram o placar para 3 a 1, resultado que ajudou a equipe a se salvar do rebaixamento.

Semana no Ninho do Urubu

Essa foi uma daquelas semanas que o time pouco teve e pouco terá no ano, com toda ela dedicada a treinos. A última partida foi contra o Atlético-PR, domingo passado, na Arena da Baixada. O resultado final foi um empate em 1 a 1. Curiosamente, a última vez em que Fla e Botafogo se enfrentaram foi após um duelo contra o mesmo Furacão, no final de abril, e também após alguns dias de descanso.

Ainda em busca de reforços, o torcedor rubro-negro acabou recebendo uma surpresa nesta semana: a volta de Paulo Victor, que deixou o Gaziantepstor após ficar sem receber do time turco. PV chega ao Rio de Janeiro na próxima semana e no momento em que Muralha é bem contestado. No entanto, o mais provável é que o goleiro seja novamente emprestado ou até mesmo vendido. Daniel, de 22 anos, foi mais um que voltou. Também goleiro, ele se junta a Muralha, Thiago, César, Gabriel Batista e PV após empréstimo ao Maccabi Tel Aviv.

Para o clássico, o time de Zé Ricardo, que é um dos 4 que ainda não perderam no Brasileirão, terá a volta de Diego. O camisa 35 ficou longos 50 dias sem entrar em campo desde o duelo contra o Atlético Paranaense, pela Libertadores, no dia 12 de abril. Com ele em campo, a equipe só perdeu uma vez em 2017. Ao todo com o craque em campo, o Flamengo só perdeu duas vezes, prova da importância do principal jogador do jovem comandante. Porém, devido ao longo tempo sem jogar, Diego deve começar no banco.


Quem logo logo não terá muito o que fazer é o Dr. Márcio Tannure, já que aos poucos o DM do Flamengo vai se esvaziando. Diego saiu, Conca saiu e, nesta semana, Everton também tá fora de preocupação e vai pro jogo. O camisa 22 também tem sido muito importante pro bom rendimento do clube. Conca ainda não estreará. Na próxima semana, o argentino terá alguns jogos-treino e deve ser relacionado para o duelo contra o Sport no próximo dia 07.

Quanto ao mercado de transferências, o Mengão segue esperando a rescisão de Éverton Ribeiro sair para anunciá-lo como novo reforço. Rodolfho e Sassá ainda seguem como possíveis nomes para reforçar o time. Dentro da equipe, os agentes de Felipe Vizeu estiveram no Ninho do Urubu para tentar conseguir um empréstimo do atacante para a Ponte Preta. Já Réver está muito perto de renovar até 2019 com o Maior do Rio.

Semana do Botafogo

O alvinegro estreou com derrota para o Grêmio no Brasileirão mas já embalou 2 vitórias contra Ponte Preta e Bahia. No meio dessa semana, a equipe de Jair Ventura empatou contra o Sport e se classificou para as quartas de final da Copa do Brasil. O gol do time carioca foi marcado por Roger, que acabou quebrando jejum de 2 meses sem balançar as redes. Recentemente em entrevista, o atacante botafoguense chamou Guerrero de “supervalorizado”.

Por conta da fase do ataque alvinegro, a equipe busca reforços para a posição e o nome da vez é o de Luciano, que atualmente está no Leganés, da Espanha, mas pertence ao Corinthians. No entanto, os cariocas têm o Cruzeiro como concorrente na contratação.

Notícia bem ruim para o torcedor são as ausências de Camilo e Rodrigo Lindoso, respectivamente com incômodos no ombro e na coxa direita. Montillo também segue fora. Em contrapartida, o goleiro Jefferson voltou a treinar e já participou de um jogo treino, porém, ainda não irá estrear. O bom Gatito Fernandez será o incumbido de parar um dos melhores ataques do país.

Histórico do confronto

Como já foi dito, Flamengo e Botafogo se enfrentaram duas vezes em 2017 e o rubro-negro venceu os dois duelos, completando 5 jogos em que o alvinegro não vence o Mais Querido do Brasil.

Na história são 331 duelos, com 113 vitórias do Fla, 95 do rival e 103 empates. A última vitória do quarto maior campeão do estado foi há dois anos, no Campeonato Carioca de 2015.

Ficha técnica

Flamengo x Botafogo

Data: 03/06/2017

Horário: 11h00

Local: Raulino de Oliveira

Flamengo (provável escalação): Muralha; Pará, Réver, Vaz e Renê ; Márcio Araújo, Arão, Cuéllar e Ederson; Everton e Guerrero. Técnico: Zé Ricardo

Botafogo (provável escalação): Gatito Fernandez; Arnaldo, Joel Carli, Igor Rabello e Victor Luis; Aírton, Bruno Silva, Dudu Cearense (Matheus Fernandes/Gilson/Fernandes) e João Paulo; Rodrigo Pimpão e Roger. Técnico: Jair Ventura

Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva

Assistentes: Hélcio Araújo Neves e José Ricardo Guimarães Coimbra

Transmissão: PREMIERE e Tempo Real no @MRN_CRF

*Créditos da imagem destacada: Gilvan de Souza/Flamengo

 


Vire Apoiador do MRN: entenda melhor clicando nesse nesse link: bit.ly/ApoiadorMRN

Outra forma de ajudar nosso projeto:
– Nosso site faz parte do plano de afiliados do Nação, o programa de sócio-torcedor do Flamengo. Se você clicar em bit.ly/STdoMRN e aderir ao programa, ou até mesmo renovar seu atual plano, o Mundo Rubro Negro ganha 50% da sua primeira mensalidade.