Segundo diferentes portais de imprensa, o Flamengo acertou a venda do lateral-esquerdo Jorge, que fez ontem à noite sua estreia na seleção brasileira, ao Monaco, da França. Após o jogo, Jorge falou em tom de despedida.

– Chegou especulação. Vou conversar com o meu pai e o meu empresário para ver o que temos. Se tiver que deixar o Flamengo, será pela porta da frente. Dei o meu melhor pelo Flamengo. Foi o clube que me criou, me deu condição de estar na seleção e prestigiado na Europa. É um sonho de cada jogador. O objetivo sempre é fazer história no clube do coração. Completo dez anos de Flamengo em março. Com certeza, a dor será grande. Não tem jeito, mas tenho o sonho de pisar na Europa, como se diz no mundo do futebol. Posso até disputar uma vaga com o Marcelo para ser o melhor do mundo – disse Jorge.

O técnico Zé Ricardo tentou ver um aspecto positivo na possível venda, que deve representar uma das maiores da história do clube.

– Uma venda se acontecer nesse valor acaba sendo um objetivo que o clube alcança pelo trabalho que vem sendo feito esses anos. A gente fica feliz com essas conquistas que o clube vem obtendo, mas para a gente trabalhar ainda mais, precisa conquistar títulos, para celebrar um trabalho de excelência que está sendo feito na base e aqui no profissional também. É um trabalho de longo prazo que começa a dar resultados. Se acontecer, que o Jorge seja feliz onde for, e a gente continue dando resultados aqui – afirmou o técnico.

O valor da venda seria de cerca de 8,8 milhões de euros (R$ 30 milhões), dos quais o Flamengo, que detém 70% dos direitos econômicos de Jorge, ficaria com R$ 21 milhões. É um valor bem abaixo da multa estipulada em 30 milhões de euros, mas acima do valor de mercado estimado pelo site Transfermarkt, que avalia Jorge em 2,5 milhões de euros.


O Flamengo já trabalhava com a possibilidade de perder Jorge, tanto que contratou o lateral da seleção peruana, Miguel Trauco, eleito melhor jogador do Peru no ano passado, para a função em dezembro. Não há hoje no elenco, porém, outro jogador para a função. Trauco deve perder várias partidas ao longo do ano por convocações para a seleção.

– Tem algumas características parecidas com o Jorge, mas basicamente com os jogos a gente vai conhecendo melhor, e ele conhecendo a maneira de a gente jogar. Como tanto ele e o Rômulo são jogadores inteligentes, acredito que essa diferença seja minimizada – disse Zé Ricardo. – Tem o Éverton, tem o Pará que já jogou na lateral-esquerda, a gente tem nossa categoria de base que pode ser utilizada. São jogadores que são opções, que eu não vejo problema algum, a gente vê no futebol europeu jogadores executando diversas funções. Vamos analisar, porque acabou a época de contratarmos por ansiedade, por afã de ter alguma contratação. Vamos analisar vários nomes e se acharmos que tivermos que trazer alguém vamos trazer.

O orçamento do Flamengo previa R$ 10 milhões em vendas na temporada. Com a possibilidade de conseguir mais que o dobro disso com a venda de Jorge, é provável que o valor seja usado no futebol – por exemplo, para fechar a contratação do atacante colombiano Orlando Berrío.

 
 
O que você pensa sobre isso?


Vire Apoiador do MRN: entenda melhor clicando nesse nesse link: bit.ly/ApoiadorMRN

Outras formas de ajudar este projeto:
– Nosso site faz parte do plano de afiliados do Nação, o programa de sócio-torcedor do Flamengo. Se você clicar em bit.ly/STdoMRN e aderir ao programa, ou até mesmo renovar seu atual plano, o Mundo Rubro Negro ganha 50% da sua primeira mensalidade.