Além de quatro ex-jogadores e um ex-treinador do Flamengo, o trágico acidente do avião que levava a delegação da Chapecoense à Colômbia vitimou também pelo menos um ilustre torcedor do Flamengo, o repórter da Fox Sports Victorino Chermont.


O comentarista da ESPN Mauro Cezar Pereira, que recentemente assumiu publicamente ser torcedor do Flamengo, causando polêmica com a torcida do Palmeiras, contou a história de Victorino no ar e fez uma bela homenagem ao repórter em um post do seu blog.

“O pequeno Victorino Chermont Neto provocou no pai uma mudança de postura. Jornalista, cobrindo esportes, se afastou das arquibancadas, como ocorre com a maioria de nós. Coisas da profissão. Até que a paixão do menino pelo mesmo clube aflorou. E os dois passaram a ir juntos aos jogos do Flamengo no Maracanã”, escreveu.

Mauro também se emocionou no ar ao falar de Victorino:

– O Victorino Chermont voltou a frequentar a arquibancada do Maracanã nos jogos do Flamengo para levar o filho. Ainda bem que o garoto vai guardar essa lembrança.

Nas últimas horas ganhou corpo no Twitter um movimento para que o Flamengo dê à sala de imprensa do módulo profissional do Ninho do Urubu, que será inaugurado no próximo dia 13, o nome de sala de imprensa Victorino Chermont. O MRN apoia a ideia.

O que você pensa sobre isso?
 



Vire Apoiador do MRN: entenda melhor clicando nesse nesse link: bit.ly/ApoiadorMRN
Outras formas de ajudar este projeto:
– Nosso site faz parte do plano de afiliados do Nação, o programa de sócio-torcedor do Flamengo. Se você clicar em bit.ly/STdoMRN e aderir ao programa, ou até mesmo renovar seu atual plano, o Mundo Rubro Negro ganha 50% da sua primeira mensalidade.
– Outra boa forma de ajudar o site é efetuar compras ou mesmo pesquisas de compras através dos anúncios Adsense Google vinculados nas páginas.

Por que ajudar?
Todo o dinheiro arrecadado é usado no próprio site. Acreditamos na construção coletiva, no processo colaborativo entre leitores, apoiadores e colaboradores. Ao virar um apoiador você começa a fazer parte dessa construção coletiva também.
Nossos maiores custos atuais:
1. Transporte e alimentação em coberturas de campo;
2. Planos de telefonia e internet;
3. Custos diversos com equipamentos;
4. Impulsionamento de postagens em redes sociais.
Metas para 2017:
1. Cobertura in loco de todos os esportes em eventos na Gávea;
2. Cobertura in loco dos treinos do time profissional;
3. Compra de equipamentos de audiovisual, softwares e treinamentos;
4. Produção de reportagens e outro projetos de conteúdo em vídeo;
5. Produção de reportagens e outros projetos de conteúdo em podcasts;
6. Fortalecimento profissional das equipes MRN Informação e MRN Blogs.


Seja um #ApoiadorMRN! Ajude contribuindo com R$ 5, R$ 10 ou R$ 20 mensais e participe do nosso grupo exclusivo de WhatsApp e muito mais. Esta é a forma que nós temos de manter e planejar o nosso projeto como um todo. Se você possui um negócio ou serviço que precisa ser divulgado, temos planos de apoio a partir de R$ 50 mensais com publicidade no nosso site e redes sociais. Clique aqui e vire um #ApoiadorMRN: bit.ly/ApoiadorMRN
Participe da campanha especial de arrecadação para viabilizar a produção e edição de conteúdo no canal do MRN no YouTube. Doe qualquer quantia de forma rápida e segura!