“Um jogador que o Brasil inteiro estava em cima”. No dia em que confirmou a contratação de Éverton, em 2008, foi assim que o vice-presidente Kleber Leite se referiu a um reforço que o Flamengo estava contratando. Mas ele não falava do então jovem de 19 anos do Paraná Clube, e sim de um certo Fernando, vice-artilheiro da Série C de 2008 pelo Mixto-MT, anunciado no mesmo dia, assim como Josiel e Fernandão. O tal jogador que o Brasil inteiro queria entrou uma única vez em campo pelo Flamengo, na goleada por 5×0 contra o Coritiba no Brasileiro daquele ano, e se perdeu nas brumas do futebol. Já Éverton completa amanhã 200 jogos pelo Flamengo com muita história no clube. Lembre algumas delas:

everton fernandao

Improviso que deu certo

Éverton teve uma participação destacada na campanha do hexacampeonato brasileiro, mas não em sua posição de origem. Juan passou um longo período no departamento médico e Everton virou solução para a lateral-esquerda. Após uma bela partida do jogador contra o Atlético-MG, em que marcou o terceiro gol da vitória por 3×1 do Flamengo, o técnico Andrade encheu o menino de elogios: “O Éverton é um jogador habilidoso, agressivo e está substituindo o Juan à altura. Fico contente quando vejo um atleta jovem atuando bem. Tenho certeza que o futuro reserva para ele uma convocação para seleção brasileira”. Éverton foi tão bem que ganhou a posição mesmo com a volta de Juan. Mas aí foi ele que se contundiu e acabou ficando de fora do time na reta final. Mesmo assim, foi peça importante para a quebra de jejum de 17 anos no Brasileiro e a conquista do hexa.

Adversário

everton lamenta pênalti perdido

O destaque do jovem fez que ele fosse vendido para o Tigres, do México, em 2010, por cerca de R$ 10 milhões. No futebol mexicano, Éverton não vingou e acabou sucessivamente emprestado. Primeiro, para o rival de amanhã, o Botafogo, por quem ele também teve um momento marcante para o Flamengo – perdeu um pênalti na disputa na semifinal da Taça Guanabara de 2011 contra o Flamengo, que acabaria campeão. Em 2013, enfrentou o Flamengo na final da Copa do Brasil e levou a pior de novo. No início do ano seguinte, estava de volta ao clube.

Substituição infeliz

Sai Éverton, entra Mattheus: momento tão bizarro que virou meme, como nesta montagem

Sai Éverton, entra Mattheus: momento tão bizarro que virou meme, como nesta montagem

2014 talvez tenha sido a melhor temporada de Éverton até hoje pelo Flamengo. Desde que voltou, foi um dos destaques do time, marcando 10 dos seus 27 gols pelo Flamengo naquela temporada. Um deles ia garantindo a classificação para a segunda final seguida da Copa do Brasil, até que Vanderlei Luxemburgo, num ato inexplicável até hoje, decidiu tirar de campo Éverton e colocar o jovem Mattheus, que mal havia entrado em campo na temporada. O resultado foi o pior possível e a substituição de Éverton por Mattheus virou símbolo da pior decisão possível que se pode tomar em futebol.

“Minha Europa é o Flamengo”

minha europa é o flamengo

Apesar do clube só ter conquistado o Campeonato Carioca, Éverton terminou 2014 em lua de mel com a torcida do Flamengo ao dar uma entrevista para a revista da Fox Sports recusando a possibilidade de ir jogar no Velho Continente.”Minha Europa é o Flamengo”, declarou o jogador, que até agora vem cumprindo a promessa.


Bonde da Stella

bonde da stella

Se 2014 foi o melhor ano para Éverton no Flamengo, 2015 certamente foi o pior. Numa fase em que o time colecionava derrotas no Brasileiro, o jogador foi envolvido, ao lado de Paulinho, Marcelo Cirino, Pará e Alan Patrick, no episódio do chamado “Bonde da Stella”. Ao longo do ano, fotos e vídeos do grupo bebendo já tinham vindo à tona, até que se descobriu que, após mais uma derrota no Brasileiro, eles tinham saído à tarde para um churrasco. O Flamengo decidiu afastar os cinco jogadores, e boa parte da torcida queria que eles fossem dispensados. Como não é simples assim se desfazer de ativos do clube, os cinco acabaram sendo reintegrados, sendo que Paulinho foi emprestado no início da temporada seguinte ao Santos e não voltou a jogar pelo Flamengo. Éverton, por sua vez, voltou a ser um jogador fundamental no clube.

Ressurgimento com Zé Ricardo

Com a chegada do técnico Zé Ricardo, Éverton voltou a ganhar status de jogador indispensável no Flamengo. Tanto que acaba de renovar o contrato por mais dois anos. “O Éverton sempre foi um jogador participativo, taticamente cumpre muito bem o papel.Fico satisfeito com a boa participação dele, espero que ele mantenha esse nível, até eleve esse nível, porque vai ser extremamente importante nessa temporada”, disse Zé Ricardo sobre o início de temporada do camisa 22.

everton taça

Números

Éverton é o segundo jogador com mais atuações pelo Flamengo no atual elenco, com 199 participações, atrás apenas de Juan, que já fez 282 partidas pelo Flamengo. A vitória contra o Grêmio foi a centésima de Éverton pelo Flamengo, contra 45 empates e 54 derrotas. Ele já marcou 27 vezes pelo clube (média de 0,14 gol por jogo) e também perde para Juan como artilheiro do atual elenco – o zagueiro marcou 30 vezes. Além do Brasileiro de 2009, Everton conquistou os Cariocas de 2009 e 2014.

 
 
O que você pensa sobre isso?


Vire Apoiador do MRN: entenda melhor clicando nesse nesse link: bit.ly/ApoiadorMRN

Outras formas de ajudar este projeto:
– Nosso site faz parte do plano de afiliados do Nação, o programa de sócio-torcedor do Flamengo. Se você clicar em bit.ly/STdoMRN e aderir ao programa, ou até mesmo renovar seu atual plano, o Mundo Rubro Negro ganha 50% da sua primeira mensalidade.