“Faltou praticamente tudo”, diz José Neto após derrota para o Pinheiros

“Faltou praticamente tudo”, diz José Neto após derrota para o Pinheiros

Treinador falou sobre a importância da defesa e da falta de consistência

(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

                (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

Na última quinta-feira (10), o FlaBasquete sofreu sua terceira derrota no Novo Basquete Brasil 8. Após um final emocionante, os rubro-negros não conseguiram reverter o placar e o Pinheiros saiu da Gávea com a vitória por 83 a 79. Após o revés, o Mundo Rubro Negro falou com o treinador campeão de tudo pelo Flamengo, José Neto.


Em uma noite onde tanto defesa quanto ataque deixaram a desejar, Neto reconheceu que o time ficou devendo: “Faltou praticamente tudo, faltou uma intensidade maior que a do Pinheiros, a gente se impor da maneira como vínhamos fazendo anteriormente. Acho que faltou muito e nós estamos conscientes disso”.

“A gente era a melhor defesa do campeonato e talvez hoje tenhamos perdido o posto por conta dessa pontuação que o Pinheiros fez. Ofensivamente também foi um aproveitamento muito baixo. Somos uma das equipes mais eficientes, mas não conseguimos ser hoje, então foi um dia que deixamos praticamente tudo a desejar”, completou.

A parte defensiva tem sido um ponto muito positivo até esse momento do NBB 8. São apenas 618 pontos sofridos em nove jogos, ou seja, uma média de 68,6 por partida. O técnico explicou a importância que esse quesito tem no rendimento do Flamengo.

“Temos um time que consegue ser intenso e quando a gente consegue aplicar isso, é como foi, por exemplo, no começo do jogo, quando abrimos 10 a 0. A gente aproveita muito da situação defensiva para fazer pontos. E quando a gente não consegue ter isso, temos muita dificuldade. São coisas que a gente precisa voltar a fazer, nosso time tem capacidade pra isso. Agora é focar no próximo jogo pra que a gente possa voltar a vencer no campeonato”, comentou Neto.

O entrosamento foi um problema no início da temporada graças ao grande número de mudanças no time. Com a disputa dos jogos, o grupo conseguiu ter ótimos desempenhos, mas, para José Neto, ainda falta consistência para que seja 100%: “Falta a gente ser consistente. A gente conseguiu, na maioria dos jogos, impor uma maneira de jogar e por isso conseguimos a vitória, e quando a gente deixou de fazer isso, não conseguiu mais impor esse ritmo a gente perdeu, como foi hoje, contra Paulistano e Bauru”.

“Qualquer coisa que eu fale além da capacidade da gente executar isso é uma justificativa e eu não gosto de ficar dando justificativas. Se cada derrota ficarmos dando justificativas, a gente não evolui. Então é analisar os nossos erros, pois hoje fomos abaixo daquilo que queríamos e daquilo que a gente tava fazendo”, finalizou.

O próximo desafio do Flamengo é em Belo Horizonte, contra o Minas. O duelo acontece no dia 15, terça-feira, às 19h30 (horário de Brasília), na Arena Minas Tênis Clube.

Seja um #ApoiadorMRN! Ajude contribuindo com R$ 5, R$ 10 ou R$ 20 mensais e participe do nosso grupo exclusivo de WhatsApp e muito mais. Esta é a forma que nós temos de manter e planejar o nosso projeto como um todo. Se você possui um negócio ou serviço que precisa ser divulgado, temos planos de apoio a partir de R$ 50 mensais com publicidade no nosso site e redes sociais. Clique aqui e vire um #ApoiadorMRN: bit.ly/ApoiadorMRN
Participe da campanha especial de arrecadação para viabilizar a produção e edição de conteúdo no canal do MRN no YouTube. Doe qualquer quantia de forma rápida e segura!

About The Author

Luiza Sá é estudante de jornalismo e cresceu nas arquibancadas do Maracanã ao lado de sua família. É a redatora de basquete do MRN e apaixonada pelo esporte da bola laranja.