20151004191408_644

Robinson: Questão de química. | Foto Flamengo

Por Luiza Sá, direto da Gávea.

 

Jason Robinson fez seus dois primeiros jogos com a camisa do Flamengo nos amistosos da equipe rubro-negra contra o UniCEUB/BRB/Brasília, que aconteceram domingo (4) e segunda-feira (5) na Gávea. O americano falou sobre seu desempenho, a diferença entre Brasil e Europa, sua adaptação, o NBA Global Games e, claro, a Nação Rubro-Negra.



O Orgulho da Nação saiu dessas duas partidas de preparação para o grande encontro com o Orlando Magic com uma vitória e uma derrota. Robinson analisou sua participação: “Pra mim não é tão importante quantos pontos marquei, ou algo assim, só me adaptar ao time. Descobrir as jogadas ofensivas, as defensivas estão bem, mas o mais importante é me adaptar aos jogadores e ao sistema aqui”.

20151004194822_174

“Eles acordam e vão dormir assim como nós, não é diferente.” | Foto Flamengo

Para o confronto contra o time da NBA, o atleta de 35 anos acredita que o entrosamento é o principal ponto a ser melhorado e também frisou que o resultado não é o mais importante, mas sim o nível de competitividade da equipe.

“Nossa química tem que melhorar. Temos alguns jogadores novos no time, então para mim é só a química. Uma vez que tivermos química, então todo o resto estará em seu lugar. Espero que sejamos competitivos, que mostremos para os nossos torcedores que seremos um time muito competitivo. A pré-temporada não consiste em vitórias ou derrotas, e sim sobre melhorar a cada dia. Ser competitivo com o Orlando Magic é isso que espero”, comentou.

O experiente ala-armador ainda fez questão de dizer que, por mais que estejam na liga de basquete mais importante do mundo, os jogadores de Orlando não são diferentes dos que vestem a camisa rubro-negra: “Joguei contra o Mario Hezonja ano passado, conheço o Victor Oladipo também. Esses caras são jogadores da NBA, são ótimos, mas são o mesmo que nós. Eles acordam e vão dormir assim como nós, não é diferente.”

Sobre a adaptação ao Brasil, Jason disse que Meyinsse está ajudando a conhecer a cidade, as pessoas e que já o apresentou até ao açaí. Com saudade de sua esposa – grávida de 7 semanas – e de sua filha, ele garante que não será problema para a adaptação e que elas estarão aqui no Rio já no próximo mês.

Com relação ao estilo de jogo, o americano, que atuou por sete anos na forte Liga Espanhola, afirmou que vai se adaptar: “Eu falei com alguns amigos que jogaram aqui e eles me disseram que é uma liga muito forte. Os jogadores aqui são bem duros na defesa e é muito físico. Então estou me adaptando a tudo. Só mais uma ou duas semanas e eu estarei bem, não estou preocupado, posso me adaptar a qualquer situação.”

Como já foi dito outras vezes, o desafio para o ano é continuar no topo e tentar fazer a temporada perfeita novamente. Para Robinson, é possível manter o nível: “não viria para cá se não achasse que temos a chance de ganhar. É algo que está faltando em minha carreira, ganhar todos os títulos, e isso é muito importante para mim. Então acho que temos uma boa chance de fazer isso, mas temos um longo caminho pela frente”.

Para completar – e como não poderia faltar – comentou ainda sobre o grande patrimônio do Flamengo, sua torcida. Jason foi ao jogo contra o Vasco e ficou impressionado com o que viu: “incrível. É uma atmosfera ótima, são um dos melhores torcedores do mundo, se não forem os melhores. Eu amei, estarei em todos os jogos que puder. Infelizmente eles perderam o primeiro jogo que fui, mas temos muitos outros, então serei muito sortudo por ser parte desse time.”

“Claro que tem a pressão (de ter essa torcida), porque você quer jogar bem pra todo mundo, mas não acho que é uma pressão ruim. Acho que isso nos ajudará a passar pelos momentos difíceis. Você tem bons momentos, mas também tem maus durante a temporada, e você precisa de torcedores assim para te ajudar a passar por esses momentos”, completou.

Comente pelo Twitter @MRN_CRF ou direto na fanpage do MRN no Facebook (clique aqui). Sua opinião faz toda diferença!


Luiza Sá é estudante de jornalismo e escreve no MRN Informação.escreve no MRN Informação. Twitter: @luizasaribeiro

 

 

LEIA MAIS MRN INFORMAÇÃO


ÚLTIMAS DO MUNDO RUBRO NEGRO

Um dia na imprensa do Maracanã

NBA aproveita sucesso do Flamengo para alavancar sua liga no Brasil

Lulucast 2.0 #38 – Flamília Reunida!

No primeiro dos dois amistosos preparatórios, Fla perde para UniCEUB/BRB/Brasília na Gávea

Uma vitória inquietante

ATUAÇÕES: Ayrton faz golaço e Gabriel entra iluminado; NOTAS de Flamengo 2×0 Joinville

EDITORIAL: OS 5 PRINCÍPIOS DO MUNDO RUBRO NEGRO NAS ELEIÇÕES DO FLAMENGO

 

 

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

SIGA A GENTE NO TWITTER

Seja um #ApoiadorMRN! Ajude contribuindo com R$ 5, R$ 10 ou R$ 20 mensais e participe do nosso grupo exclusivo de WhatsApp e muito mais. Esta é a forma que nós temos de manter e planejar o nosso projeto como um todo. Se você possui um negócio ou serviço que precisa ser divulgado, temos planos de apoio a partir de R$ 50 mensais com publicidade no nosso site e redes sociais. Clique aqui e vire um #ApoiadorMRN: bit.ly/ApoiadorMRN
Participe da campanha especial de arrecadação para viabilizar a produção e edição de conteúdo no canal do MRN no YouTube. Doe qualquer quantia de forma rápida e segura!