(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

Na última quinta-feira (4), o Flamengo conquistou mais uma vitória, atingindo, assim, treze de invencibilidade – 10 no NBB e 3 na LDA. O resultado positivo veio em cima de um dos possíveis adversários nos playoffs, o Paulistano, e foi importante para dar mais tranquilidade a equipe no campeonato. Após a partida, o Mundo Rubro Negro falou com Olivinha sobre o desempenho da equipe, Liga das Américas e a próxima partida.


O confronto

Os dois primeiros quartos não foram bons para o FlaBasquete. Errando muito ofensivamente, demorou até que saísse a primeira cesta. Os adversários também tinham dificuldade, pois, além da defesa rubro-negra funcionar, a pontaria não estava afiada. O ala/pivô admitiu o problema inicial, mas destacou o poder da defesa.

“Foi um jogo difícil, complicado. A gente sabia, é um adversário que está brigando com a gente pelas primeiras posições. Não começamos o jogo tão bem, demoramos mais de três minutos para fazer a primeira cesta, mas depois a equipe se encontrou. Conseguimos fazer uma boa partida, principalmente na defesa, pois sofremos 65 pontos e saímos com a vitória”, disse.

Desempenho

O ponto principal da equipe nos últimos duelos tem sido a mudança de postura no segundo tempo de jogo. Sobre isso, o camisa 16 destacou a qualidade do grupo e o principal pedido de José Neto nos vestiários.

“O Neto sempre pede pra gente conseguir manter o ritmo na partida. A gente começa em um ritmo e termina no mesmo pela capacidade física que a nossa equipe está tendo e pela qualidade técnica que nossa equipe tem também. Isso nos ajuda bastante durante o jogo, então a gente fica feliz de poder contribuir um pouco e ajudar o Flamengo a sair com as vitórias”.

Liga das Américas

(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

Essa reação também pôde ser vista na participação do Orgulho da Nação na Liga das Américas. Apesar da dificuldade encontrada, o Fla conseguiu sair com o saldo positivo e em primeiro lugar no grupo.

“Foi muito boa nossa participação, conseguimos o nosso objetivo. Foram três jogos e três vitórias, saímos de lá invictos. Agora nós estamos esperando a fase semifinal. A gente sabe que não vai ser moleza, vai ter só pedreira. Mas estamos prontos e queremos muito buscar esse título novamente”, comentou o veterano rubro-negro.

Próximo jogo

O próximo desafio do Flamengo será contra o Basquete Cearense, no Tijuca Tênis Clube. A data ainda será definida, pois a Liga aguarda a divulgação da data da segunda fase da LDA 2016. Olivinha destacou que será mais uma partida complicada, mas conta com o apoio da torcida para passar por mais essa pedreira.


“Expectativa de mais um jogo difícil. A gente sabe que o Basquete Cearense vem em uma excelente campanha também, está brigando para entrar no G4. Mas a gente sabe também da qualidade da nossa equipe. Vamos jogar dentro de casa, com o apoio da nossa torcida, então a gente espera mais uma vitória”.

Seja um #ApoiadorMRN! Ajude contribuindo com R$ 5, R$ 10 ou R$ 20 mensais e participe do nosso grupo exclusivo de WhatsApp e muito mais. Esta é a forma que nós temos de manter e planejar o nosso projeto como um todo. Se você possui um negócio ou serviço que precisa ser divulgado, temos planos de apoio a partir de R$ 50 mensais com publicidade no nosso site e redes sociais. Clique aqui e vire um #ApoiadorMRN: bit.ly/ApoiadorMRN
Participe da campanha especial de arrecadação para viabilizar a produção e edição de conteúdo no canal do MRN no YouTube. Doe qualquer quantia de forma rápida e segura!