(Foto: Bruno Lorenzo/Divulgação)

(Foto: Bruno Lorenzo/Divulgação)

O Flamengo bateu a Liga Sorocabana por 69 a 54 e venceu sua nona partida consecutiva no NBB 8. Após o jogo, o Mundo Rubro Negro conversou com Rafael Mineiro, que fez uma análise da partida e de seu desempenho, contou o segredo da equipe, comentou sobre a Liga das Américas e, claro, falou sobre a torcida. O ala/pivô marcou doze pontos e foi o segundo maior pontuador do time – perdendo apenas para Marquinhos, que fez dezesseis.



Acho que o jogo começou muito complicado, os dois lados ofensivamente mal. As duas equipes estavam marcando muito forte e a arbitragem deixou o jogo correr. É bom, mas a gente não está tão acostumado com isso, mas é bom pra gente se preparar pra Liga das Américas, porque o jogo lá é um pouco mais duro”, disse Mineiro.

“Depois no segundo tempo nós voltamos com um pouco mais de qualidade no ataque e acho que o time deles voltou um pouco mais ativo também. As equipes estavam errando bastante bolas de três. Mas corrigimos e conseguimos manter a diferença. O jogo foi tranquilo pra gente, conseguimos nos manter na frente o tempo inteiro. Foi uma bela vitória, um jogo muito importante pra gente se manter na liderança”, completou.

Com 83,3% de aproveitamento, o FlaBasquete é o líder isolado do campeonato e nos últimos jogos o grupo vem mostrando um entrosamento grande, além do crescimento como equipe. Rafael Mineiro falou sobre o segredo do time para o sucesso: “Acho que o segredo do time é a rotatividade. Cada dia um jogador pontua, cada dia um é o destaque. Acho que o Neto está sabendo muito bem disso, então está dando oportunidade pra todo mundo. E o time está entendendo que quem está mais preparado no momento pra decidir está decidindo. Isso está fazendo efeito. Pegamos um time como o Bauru e conseguimos revezar bastante e em todos os jogos isso tem surtido efeito”.

A torcida sempre foi um diferencial do Flamengo, no basquete não é diferente e os atletas sabem disso. “A torcida é o sexto elemento em quadra. A gente fala quando joga aqui que sente um algo a mais, uma força a mais, vontade de correr mais”, disse o ex-jogador de Limeira.

(Foto: Bruno Lorenzo/Divulgação)

(Foto: Bruno Lorenzo/Divulgação)

Agora o foco do time rubro-negro muda para a Liga das Américas. Perguntado sobre a preparação do grupo para esse desafio, ele garantiu que estão prontos. “Acho que fisicamente já estamos preparados, mas mentalmente tem que mudar a chavinha agora. Pensar em um jogo internacional. A arbitragem é um pouco diferente, o jogo é mais duro, os jogadores são totalmente diferentes. Agora é só mudar a chavinha, nosso time está preparado”.

O ala/pivô chegou ao Orgulho da Nação direto para a disputa do NBA Global Games e, alguns meses após sua estreia, ele comenta sobre como é estar no maior campeão do NBB. “É muito difícil se destacar aqui né (pela qualidade da equipe). Estou me sentindo muito feliz, fui muito bem acolhido pelo grupo. Espero poder ajudar e conseguir ser campeão também. Dar sequência nesse Flamengo de tantos títulos”.

O próximo duelo do FlaBasquete será sexta-feira (29) contra Gymnasia y Esgrima, da Argentina, válido pela Liga das Américas. Já pelo NBB 8, os rubro-negros encaram o Paulistano, dia 04/02 (quinta-feira), em casa.

Seja um #ApoiadorMRN! Ajude contribuindo com R$ 5, R$ 10 ou R$ 20 mensais e participe do nosso grupo exclusivo de WhatsApp e muito mais. Esta é a forma que nós temos de manter e planejar o nosso projeto como um todo. Se você possui um negócio ou serviço que precisa ser divulgado, temos planos de apoio a partir de R$ 50 mensais com publicidade no nosso site e redes sociais. Clique aqui e vire um #ApoiadorMRN: bit.ly/ApoiadorMRN
Participe da campanha especial de arrecadação para viabilizar a produção e edição de conteúdo no canal do MRN no YouTube. Doe qualquer quantia de forma rápida e segura!