Select Page

Flamengo na Superliga 2015/2016: Desafios e otimismo

Flamengo na Superliga 2015/2016: Desafios e otimismo

mrn inf

 

 

     Diogo Almeida (Twitter: @DidaZico)

 

 

 

Durante o evento de reinauguração do Ginásio Togo “Kanela” Renan, o MRN divulgou com exclusividade, a informação que o Flamengo pretende concentrar forças para a disputa da Superliga de Vôlei. – O Flamengo tem intenção de, a princípio, ter um time na superliga masculina de vôlei – disse o diretor-executivo de esportes olímpicos do clube, Marcelo Vido, ao repórter do MRN Informação, Rafael Lisboa.

A afirmação, postada imediatamente no @MRN_CRF, causou muito entusiasmo na torcida e tomou as redes sociais rapidamente. Para responder as diversas indagações e sairmos um pouco da especulação, procuramos novamente Marcelo Vido. Por telefone, o ex-jogador revelou grandes dificuldades para a montagem de uma equipe para a disputa da competição que começa em outubro deste ano. Todavia demonstrou esperança: “Vamos voltar à Superliga, é um caminho que está sendo trilhado, mas não sei se para agora”.

 

OPORTUNIDADE

– Houve sim uma consulta. Se o Flamengo teria interesse em participar do Masculino este ano. Claro que há interesse. Contudo existem dificuldades grandes para a montagem de um time competitivo. Aliás, está é só uma das dificuldades. Temos que ter muita calma.

CBV


– Para o Flamengo entrar na Superliga teria de haver o convite da Confederação Brasileira de Voleibol. O nosso clube tem de apresentar uma série de garantias. Não há possibilidade do Flamengo disputar Superliga B, não é esse o caminho traçado. O que a gente aqui tem que fazer é continuar atento. A percepção do mercado é muito positiva. O Flamengo hoje é um gigante do futebol e um gigante do esporte olímpico brasileiro em reconstrução. Seria importante para a Superliga ter o Flamengo. Então o entendimento deles é esse. Mas como disse, é muito complicado ainda para este ano. O tempo é escasso.

TIME

– Estamos priorizando nossas categorias de base. Fazendo apenas aquilo que prometemos quando assumimos. Conseguimos a autossustentabilidade, agora não podemos ter um time de vôlei que não seja sustentado por ele mesmo. Partindo do princípio que a CBV nos consulte formalmente, precisamos de tempo para captação de patrocínio. Pode ser difícil arrumar patrocínio. Uma coisa é uma empresa sinalizar a vontade de estampar sua marca no manto rubro-negro, outra coisa é a gente apresentar os valores, tudo bonitinho. O Flamengo é grande, precisa de um time competitivo.

Superliga-1314-Nova-edição-é-lançada-em-São-PauloPARCERIA

– Não tem essa. Nunca faremos algo como o São Paulo fez agora com o Taubaté. Não vamos emprestar nossa camisa para uma equipe, por melhor que seja o projeto apresentado. Somos campeões neste esporte. O Flamengo monta sua equipe e atrai os patrocínio. Quem disputa a competição é o Flamengo. Agora, parceria estão sendo feitas sempre para as categorias de base. Mas deixo claro que para uma equipe profissional precisamos de patrocínio e o Flamengo não empresta sua camisa.

CATEGORIAS DE BASE

– Essa é a realidade: Estamos reestruturando nossas categorias de base. Como eu disse, o nosso ideal está sendo construindo. Somos um clube formador, sempre seremos, assim como na Natação, me perguntam muito sobre a equipe profissional de natação. Por que não temos ainda uma equipe profissional de ponta? Por que o foco é estruturar o Flamengo. O que adianta montar uma equipe profissional em todos os esportes e não dar local apropriado de treinamento, equipamentos de musculação, salário em dia e tudo mais? Os esportes olímpicos do Flamengo estão sendo modernizados, existe uma filosofia sendo construída pra cada esporte. Eu quero ir pra todos os campeonatos com a melhor equipe possível, quero ganhar tudo. Mas não adianta a gente fazer isso por um ano apenas, e usando um dinheiro não destinado.

GINÁSIO PARA JOGOS

– Veja bem: Onde o Flamengo vai mandar suas partidas? Perceba isso. A torcida sabe a dificuldade que é para o Basquete. A efetivação do voleibol rubro-negro nas grandes competições – feminino e masculino – passa por isso! Ora, taí a dificuldade imensa. O Tijuca já comporta o Basquete e o Rio de Janeiro com extrema dificuldade. Nossa Arena Multiuso ainda é apenas um projeto. Não tem como arcar com os custos da Arena da Barra e do Maracanãzinho, nem vamos cogitar isso. O Kanela foi reformado mais ainda precisa de melhoras que virão gradualmente, mas já pode ser usado para treinamento de um time profissional.

FEMININO

– A situação é idêntica em muitos aspectos.

OTIMISMO

– A gente gosta de desafia. O mundo do vôlei quer o Flamengo, essa é uma realidade atual, fruto da confiança que o Flamengo adquiriu hoje em dia. O Flamengo na Superliga é importante pra Superliga e para os demais clubes. Quem não quer transmitir Flamengo x Cruzeiro? Então, assim, estou otimista com a possibilidade de entrar na Superliga novamente. Prometer já pra 2015/2016? Não mesmo. Mas a gente gosta de um desafio, né? O tempo é pouco e tudo mais, mas… Quem sabe?


 

COMPARTILHE ESTA POSTAGEM E AJUDE O MRN A CRESCER!

About The Author

ANÚNCIO

PRINCIPAIS POSTS

ANÚNCIO

TV MRN

Loading...

Assine nossa Newsletter

ANÚNCIO

Ajude o Mengão!

Banner_300X300

ANÚNCIO

Siga-nos no Twitter

%d blogueiros gostam disto: