O Jogo 2 da final entre Flamengo e Bauru foi diferente de tudo que os times fizeram na temporada. Com um baixo nível técnico e uma superioridade da equipe visitante, a partida terminou em 85 a 80 e permitiu aos bauruenses empatarem a série em 1 a 1. Após o confronto, o ala Marquinhos falou na zona mista da Arena Carioca 2 e mostrou sua tristeza com o resultado.

A defesa rubro-negra, que foi a melhor do campeonato na fase regular, levou incríveis 38 pontos só no último quarto. Para Marquinhos, faltou cabeça para voltar ao jogo e disputar até o final a vitória. “Alternamos muito e não tivemos um bom aproveitamento ao longo do jogo, o último quarto foi crucial. Não me lembro de termos tomado 38 pontos em um quarto nos quatro anos que estou no Flamengo. Mas acontece, Bauru é um time perigosíssimo e é muito difícil marcá-los“, disse o camisa 11.

A gente alternou muito, no último quarto acho que faltou um pouco de perna. Bauru meteu bola atrás de bola e não conseguimos defender. Não tivemos cabeça no final para puxar um algo a mais, fazer diferente. Agora é pegar o vídeo da partida, ver tudo que aconteceu para tentar fazer diferente, fazer coisas novas“, completou o veterano.

José Neto passando instruções aos jogadores (Foto: Luiz Pires/LNB)

José Neto passando instruções aos jogadores (Foto: Luiz Pires/LNB)

O técnico José Neto também comentou sobre a derrota e enfatizou o baixo aproveitamento da equipe. Além disso, o comandante do FlaBasquete não deixou de destacar a garra de seus jogadores e a preparação para a próxima partida, que acontece neste sábado (28), às 14h10, no mesmo local. “Os jogadores têm que ficar tranquilos, porque sei que deram o máximo. Acho que tinham que ficar preocupados se tivessem jogado como se não valesse nada, mas eles buscaram a vitória até quando parecia impossível“, disse.

Eu acredito na virada até que zere tudo e acho que o time também é assim. Talvez por isso a gente tenha conseguido uma reação. Nosso time joga com a alma, mesmo quando as coisas não estão dando certo. Tivemos aproveitamento baixo, mas não desistimos até o final. Faz parte do espírito de uma final e do time“, comentou o treinador.


O Bauru conseguiu defender bem nossos movimentos e nossos ataques. Tivemos um volume bom, o que buscávamos desde o começo da temporada, mas não tivemos um bom aproveitamento. Não foi pelo fato de nós não jogarmos bem que eles ganharam. Eles tiveram mérito. Bauru tem muita qualidade e soube jogar o jogo de hoje e nós tivemos um aproveitamento muito baixo. Vamos ver o porquê disso e melhorar para o Jogo 3“, completou Neto.