mrn infTudo parecia se encaminhar para mais uma vitória tranquila do Flamengo nas semi-finais da competição mais importante da Liga das Américas 2015. Parecia…

 

Diogo Almeida (@DidaZico)

 

Para você que está querendo saber logo se o nosso Mengão ganhou eu adianto logo: Sim, ganhou! Mas você, amigo leitor do MRN Informação, que por ventura tenha algum problema cardíaco, se livrou de uma!

O Jogo

Desde cedo despontou-se uma vitória tranquila do Flamengo. O Q1 do Orgulho foi seguro em termos de placar, e terminamos com cinco de frente, 22 /17. Com os dois times classificados , as equipes entraram relaxadas, cometendo erros simples e guardando seu melhor para depois.

Nico genial: o 7 decide mais uma vez.

Nico genial: o 7 decide mais uma vez e assegura o primeiro  lugar. (Foto: Fiba Americas)

A tônica do Q2 continuou. Nico desfilando um ótimo basquete, Marquinhos voltando ao foco, Meyinsse um pouco discreto e Olivinha e Herrmann mostrando todo a raça e comprometimento de sempre. Marcelinho foi bem e Benite melhor ainda. Resultado animador, com 15 pontos de frente, 45/30.

Benite e Felício se revezavam como sexto homem e o segunto tempo começou com o Fla liderando as ações. Foi o Q3 que definiu larga vantagem para o time de José Neto. 69/52.


E os últimos dez minutos foram trágicos. A história parecia se repetir, o mesmo filme da última partida da primeira fase contra o Pioneros estaria se repetindo? A torcida do Peñarol de Mar del Plata inflamou enquanto José Neto tentava recolocar o time nos trilhos com seguidos pedidos de tempo. Avantagem que chegou a ser de 22 pontos caíra para 11, depois, 7. As bolas de três do adversário caiam. O armador Roidriguez, experiente e medalhista de ouro em Atenas, sentia que o momento era aquele. O primeiro lugar era possível. Com 4 minutos para o final, o Flamengo sofreu um apagão dentro do apagão e os caras estavam nos atropelando impiedosamente.

Mas Meyinsse saiu do banco para meter a honra e a moral rubro negro num toco maravilhoso, o jogo era para homens, amigos! Diaz era a raça argentina encarnada.  E o jogo chegou aos últimos segundo com incrível empate 86 a 86 e posse do Flamengo. E aí o gênio Laprovittola apareceu, com uma ótima infiltração e uma sexta mágica a um segundo do fim!!! Os pais do argentino estavam no ginásio, aplaudiam de pé, o time inteiro mais comissão técnica aplaudiam e abraçavam o argentino mais rubro-negro do que nunca.

O primeiro lugar estava garantido, que sufoco. E agora temos 40 milhões de corações diagnosticados.

Dia 14 de março a fase final, ainda sem definição de sede: Flamengo x Pioneros e Bauru x Peñarol. O MRN esta semana acompanhará a escolha da sede. Estamos a dois jogos do Bicampeonato!

Aproveite e assista a jogada decisiva de Nico Gênio da 7 abaixo: