mrn infEsta semana o blogueiro André Amaral, titular do www.ninhodanacao.blogspot.com e que também escreve no Mundo Rubro Negro, iniciou uma campanha para que a Nação enchesse a caixa postal do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

 

Diogo Almeida (@DidaZico)

 

O intuito de André era pressionar o órgão a agilizar o processo de aprovação da planta da Arena Multiuso. A motivação para a iniciativa foi o depoimento duro do diretor executivo de esportes olímpicos do Flamengo, Marcelo Vido, e Vice-Presidente da pasta, Alexandre Póvoa, em coletiva nesta última quarta feira, no Auditório Rogério Steinberg, na sede do clube, fizeram duras críticas à demora do IPHAN.

O nosso designer Luiz Filipe Machado adotou a campanha e fez um banner, marcando a entrada do MRN na campanha – leia esse post para entender ainda mais  – lançamos nas redes sociais e pedimos o apoio de outros sites. A coisa pegou.

VaiTrabalharIPHAN2

Curiosamente, na quinta feira, apenas um dia depois da nossa campanha, o IPHAN, por meio de sua assessoria de imprensa, informou que:  “Neste momento o Iphan aguarda o envio, por parte do arquiteto contratado pelo Flamengo, da planta que demonstra que a construção deverá ter um recuo em relação à Rua Mario Ribeiro, adjacente à área onde se pretende erguer o ginásio. O projeto está sendo analisado pelo Iphan pois é área de entorno à Lagoa Rodrigo de Freitas, tombada por nós. Essa é a única pendência para completar nossa análise e ter a provável liberação.”

Em conversas com pessoas ligadas aos dirigentes rubro-negros fica evidenciada o nervosismo com a condução do processo. Existe o sentimento de que um importante projeto, às vésperas dos Jogos Olímpicos na cidade, e totalmente sustentado pela iniciativa privada, tivesse mais apoio político. O prefeito da cidade, o vascaíno Eduardo Paes, não move uma palha para ajudar o clube. E o Rio sofre total carência de equipamentos desse porte, problema que ficou evidente com a realização do NBA Global Games Rio 2014. Os times do Cleveland Cavaliers e do Miami Heat teceram graves críticas à organização do evento, no que concerne às quadras de treinamento. Eles treinaram na Gávea, no Ginásio Hélio Maurício.

A imprensa esportiva brasileira aproveitou-se da situação. Não para cobrar pelo início das obras da nova Arena Multiuso, mas para tripudiar do Flamengo, o clube que inegavelmente lidera o processo de ressurreição do basquete brasileiro.


O Mundo Rubro Negro obteve hoje a informação de que a exigência do recuo relativo à Rua Mario Ribeiro será feita no layout da planta e entregue já na próxima semana por parte do clube ao IPHAN. O mesmíssimo IPHAN que deu OK para a destruição do Maracanã, hoje uma obra de mais de um bilhão de reais, paga com dinheiro público e entregue à iniciativa privada.

O MRN continuará fazendo a campanha “Vai trabalhar, IPHAN!”. Assim que o Flamengo entregar a exigência deles, estaremos contando os dias para a aprovação. Também colhemos a informação que diretores do IPHAN estão assustados com a repercussão do caso. É bom que não inventem outro recuo, pois quem não vai recuar é a Nação.

Arena Multiuso do Flamengo: IPHAN exige agora recuo na Rua Mário Ribeiro

Arena Multiuso do Clube de Regatas do Flamengo: IPHAN exige agora recuo na Rua Mário Ribeiro (Foto: Divulgação Flamengo)


 COMPARTILHE ESTA POSTAGEM E AJUDE O MRN A CRESCER