Novamente sem torcida, Flamengo e Vasco se enfrentaram no segundo jogo da série final do Campeonato Carioca na noite desta quinta-feira (28).

Em mais uma partida bem disputada, o Mais Querido saiu na frente no primeiro tempo, mas acabou saindo derrotado por 104 a 98 do ginásio de São Januário. Com o resultado, cada equipe tem uma vitória na decisão. O confronto decisivo ainda não tem data, horário ou local definido.

O Flamengo começou jogando muito bem e abriu 12 a 0 logo no primeiro quarto. Depois de um pedido de tempo, o Vasco começou a voltar para a partida, mas não conseguiu acabar com a vantagem rubro-negra nos 10 minutos iniciais. O Mais Querido seguiu com ritmo forte e boa defesa, sendo superior durante os dois primeiros períodos. Entretanto, o time vascaíno não ficou muito atrás e, nos minutos finais, encostou no placar, finalizando a etapa inicial em 26 a 17 para o Fla.

Já no segundo tempo, o duelo ficou bem apertado e com muitas faltas, o que gerou muita reclamação dos dois lados. A partida continuou equilibrada até o fim, mas o Vasco passou a frente nos minutos finais e o placar do terceiro quarto terminou em 76 a 75. No último período, o Flamengo até voltou a deixar o placar igual ao acertar boa série de bolas de três, mas começou a se perder em quadra e viu os vascaínos abrirem boa vantagem, fechando o jogo em 104 a 98.

Foto: Gilvan de Souza/Flamengo

Foto: Gilvan de Souza/Flamengo

Após o final do jogo, o técnico José Neto comentou sobre o foco da equipe e planejamento: “Esse time consegue se focar bastante e me orgulho muito disso. Temos um planejamento para a temporada toda, que é bem longa, e temos cumprido isso muito bem. Temos Liga das Américas, NBB, que são importantes para nós e são nosso foco. Agora é esperar a decisão de quando será o terceiro jogo para estarmos preparados“.

Evitando comentar sobre arbitragem, que tem sido reclamação frequente dos dois lados, José Neto falou sobre outro problema do Flamengo, a perda de alguns jogadores no início da temporada. “A rotação curta preocupa não só para o terceiro jogo, mas para o ano todo. Muito disso aconteceu por lesões, não temos jogadores que poderiam deixar a rotação maior por lesões, outros por outros problemas financeiros no esporte. Não temos o mesmo time que tínhamos anteriormente com dez jogadores adultos. Sabemos que jogar esses campeonatos é difícil. Estamos dando oportunidades para os jogadores jovens, acredito que ainda podem contribuir muito para o basquete brasileiro, mas precisam se preparar mais“.


No Jogo 3, o Flamengo poderá ter a volta de sua torcida e já afirmou que não abrirá mão disso. Neto aproveitou para exaltar a participação das arquibancadas e torcer para que a Nação possa estar presente: “Nossa torcida sempre nos ajuda, nos momentos decisivos eles nos levaram a vencer. Não será diferente agora. Brigamos durante a primeira fase do Campeonato para isso, para contar com o torcedor. Agora acho vai acontecer o que esperávamos“.

Ainda depois do jogo, outro que falou com a imprensa foi Alexandre Póvoa, vice-presidente de Esportes Olímpicos. Ele afirmou que a data limite para o final dos Campeonatos Estaduais é dia 30/10, domingo. Entretanto, o Flamengo, Vasco e Federação enfrentam um problema, já que o GEPE afirmou que não terá força policial o suficiente para jogos com torcidas, já que sexta e sábado haverá duelos do Campeonato Brasileiro de futebol.

*Foto: Gilvan de Souza/Flamengo