Dominicano chega para suprir a saída e a lacuna deixada por Vitor Benite (Foto: Reprodução)

Dominicano chega para suprir a saída e a lacuna deixada por Vitor Benite (Foto: Reprodução)

Três dias antes do fechamento da janela de inscrição para o NBB 8, o Orgulho da Nação anunciou o seu último reforço para a temporada 2015/2016: O ala/armador dominicano Ronald Ramon, de 29 anos, é a peça que faltava para fechar o elenco rubro-negro. Ramon vem para suprir a saída de Vitor Benite, que deixou a equipe antes do início do jogo de pré-temporada da NBA contra o Orlando Magic, e sua saída era uma vaga importante até então não preenchida no plantel do tetracampeão do Novo Basquete Brasil.

 


 

Carreira

 

Ramón em sua passagem pelo Pittsburgh Panthers na NCAA (Foto: Reprodução/Getty Images)

Ramon em sua passagem pelo Pittsburgh Panthers na NCAA (Foto: Reprodução/Getty Images)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Em 2004, Ronald Ramon ingressou na Universidade de Pittsburgh (Pensilvânia) para jogar no Pittsburgh Panthers da NCAA, o basquetebol universitário dos Estados Unidos. Logo na sua primeira temporada foi eleito para estar no melhor quinteto da Conferência da Costa do Atlântico que conta com 15 universidades, e entre elas Pittsburgh.

Ao todo, Ramon realizou 135 partidas em 4 anos de Panthers e obteve médias excelentes para um calouro, são elas:

  • 8,1 pontos
  • 1,9 rebotes
  • 2,5 assistências

Em 2008, Ronald Ramon tentou conseguir uma vaga na National Basketball Association (NBA) por meio do Draft, processo em que jogadores das universidades americanas e do mundo tentam ingressar na maior liga do mundo. O dominicano não obteve sucesso em sua tentativa.

Ramón teve excelente passagem na Argentina (Foto: Reprodução)

Ramon teve excelente passagem na Argentina (Foto: Reprodução)

No fim de 2008, veio a oportunidade de continuar jogando. O Club Atlético Lanús da Argentina o contratou para a disputa da LNB. Ficando apenas uma temporada na equipe o ala/armador disputou 40 partidas e obteve números ainda melhores que em seu início de carreira na NCAA:


  • 28,2 minutos
  • 13,1 pontos
  • 2,3 rebotes
  • 2,7 assistências

Em dezembro de 2009 o destino foi o basquete Uruguaio. O Club Atlético Tabaré contratou Ramon, mas o dominicano só disputou quatro partidas pois a equipe uruguaia estava eliminada e não disputou a segunda fase do campeonato. Por causa do baixo número de partidas o ala/armador obteve suas melhores marcas na carreira:

  • 39,3 minutos
  • 20 pontos
  • 4 rebotes
  • 4,8 assistências

Em fevereiro de 2010, Ronald Ramon teve mais uma passagem curta, dessa vez na Venezuela. Ronald disputou apenas dez partidas pelo Toros de Aragua obtendo sua melhor marca de assistências na carreira:

  • 28 minutos
  • 13,7 pontos
  • 1,6 rebotes
  • 3,2 assistências

Ainda em 2010, Ronald Ramon iniciava sua passagem mais longa em sua carreira profissional. Com a camisa da equipe paulista do Limeira, Ramón adquiriu a idolatria da torcida limeirense em suas cinco temporadas pela equipe brasileira no Novo Basquete Brasil. Além disso, o dominicano teve uma participação no Jogo das Estrelas do NBB na temporada 2010/2011 pelo time do NBB Mundo. Nas cinco temporadas em que disputou o NBB, 170 jogos totais, Ramon chegou junto com Limeira aos playoffs da competição. Confira as médias:

  • 30,7 minutos
  • 13.5 pontos
  • 2,6 rebotes
  • 2,6 assistências

Sem jogar desde o Campeonato Paulista 2015, pois Limeira fechou as portas, Ronald Ramon chega ao Flamengo cercado de grandes expectativas, e com essas credenciais com certeza o torcedor rubro-negro tem motivos de sobra para sonhar com os títulos do NBB 8 e da Liga das Américas.

 

 


 

Seja Sócio-Torcedor! E clicando no banner abaixo você também vira mais um parceiro do MRN!

Sim! Metade do valor da primeira mensalidade do plano que você adquire depois de clicar no banner abaixo vai para a equipe MRN Informação.

Se você admira o nosso trabalho, nos ajude assim a manter o nosso projeto e ampliar a nossa missão!

 

Banner_300X300