Sem brilho, Flamengo vence o Oeste e avança em primeiro no Grupo 21. Confira a análise da partida

 
Faltou inspiração na vitória do Flamengo por 2 a 0 contra o Oeste, nesta terça-feira (9), pela última rodada da primeira fase do torneio. Precisando de pelo menos um empate para garantir classificação para a segunda fase da Copa São Paulo, os Garotos do Ninho tiveram controle da partida, mas criaram poucas chances diante de um adversário que ficou recuado em boa parte dos 90 minutos. O resultado deixou o Rubro-Negro na primeira colocação do Grupo 21, com sete pontos em três jogos.

Leia: [ Especial Copinha ] Flamengo 1 x 1 Aimoré: Inconstância coletiva diminui brilho individual

O técnico Maurício Souza contou com a volta do volante Vinicius Souza, que não enfrentou o Aimoré e que entrou no lugar do também volante Theo.
 

Especial Copinha: O Jogo

Os primeiros minutos foram de muito toque de bola, mas com poucas finalizações. Michael e Pepê tentaram em cobranças de falta, mas o primeiro viu a bola sair pela linha de fundo, enquanto o segundo não colocou dificuldades para o goleiro dos paulistas, que teve tranquilidade para defender.

O placar só saiu do zero após erro da defesa do adversário. Aos 34 minutos, Renan Brainer recuou, Wendel recuperou a bola e foi derrubado dentro da área pelo goleiro Tiago Falcão. O atacante Lucas Silva cobrou no canto e marcou.

Leia também: Sem seis titulares, Flamengo encara Elosport/SP na segunda fase da Copinha

No início do segundo tempo, o Oeste assustou. Aos quatro minutos, Pepê perdeu a bola no campo de defesa para Kaique, que lançou para Matheus Guedes. Ele tentou de primeira, mas a finalização do atacante dos paulistas foi para fora. Na sequência, o Flamengo respondeu com Lucas Silva, com chute de fora da área, mas Tiago Falcão espalmou.

Aos 28 minutos, Pepê armou um dos poucos contra-ataques dos cariocas. Lucas Silva invadiu a área e sofreu mais um pênalti, novamente cometido pelo goleiro do Oeste. A cobrança foi convertida por Pepê, que deslocou o arqueiro e marcou o segundo. A partir desse lance, o adversário abriu o time e deu mais espaço para os Garotos do Ninho. Em uma das jogadas mais perigosas, a bola saiu de lançamento do goleiro Hugo Souza, sobrou para Lucas Silva, que passou fácil pela marcação e tocou para Wendel – o atleta viu a finalização bater no jogador da defesa. O Mais Querido ainda teve mais duas chances, com Yuri César e Pepê, mas os chutes saíram sem direção ao gol adversário.
 

Especial Copinha: Conclusões

Contra um time fechado, Wendel pouco apareceu, apesar de ter sido importante na vitória ao sofrer o pênalti que originou o primeiro gol. Depois da entrada do atacante Vitor Gabriel no lugar do meia Luiz Henrique, aos 20 minutos do segundo tempo, o time cresceu. O segundo, que era o centroavante do Sub-17 no título do Carioca, e que foi um dos artilheiros da competição ao lado de Yuri César, pode ser uma opção contra equipes que jogam dessa maneira e o jogador tem uma forte jogada aérea. Wendel jogava pelos lados do campo nessa mesma equipe no juvenil e garante muita movimentação no setor ofensivo, abrindo espaço para outros jogadores e ajudando na construção das jogadas, mas tem menos presença de área.

Não deixe de ler: Raio-X dos Garotos do Ninho: conheça o sexteto que deixou a Copinha para integrar o profissional

Hugo Moura, que teve destaque nas duas primeiras partidas e é um dos principais jogadores do time, dessa vez foi abaixo. Aparecendo pouco na frente, o volante teve um momento de desatenção e perdeu uma bola no campo de defesa que proporcionou falta na entrada da área.

O lateral-esquerdo Michael fez mais uma boa partida, sendo importante no apoio e quase marcou um gol de falta na primeira etapa. Terminou a partida jogando pela direita, mostrando versatilidade. Ele e Lucas Silva foram dois dos mais regulares do clube na fase de grupos.

Porém, caso pense em título, o Flamengo precisará evoluir de maneira geral. Com maior dinâmica e o setor ofensivo mais ligado, as chances aumentam.
 


Bernardo Medeiros é estudante de jornalismo na UFJF e acompanha a base rubro-negra. Siga-o no Twitter: @be_medeiros_

Caio Alves é jornalista. Apaixonado por futebol, seja ele de onde for. Fanático por futebol de base. Escreve no
alambrado.net. Siga-o no Twitter: @CaioalAlves.

 

Imagem destacada no post e redes sociais: Staff Images / Flamengo

 


Seja APOIADOR do Mundo Rubro Negro. Sua contribuição é toda destinada à equipe MRN Informação de jornalismo. 🔗

::NOVA CAMPANHA::

OBJETIVO: R$ 3.000 PARA O ALUGUEL DA NOSSA REDAÇÃO*
ATUAL: R$ 711

📌 R$ 5/mês
– Nome no quadro de agradecimentos fixado na página principal do site.
📌 R$ 10/mês
– Nome no quadro de agradecimentos fixado na página principal do site;
– Participação no grupo exclusivo de Whatsapp do MRN, que conta com a presença de outros apoiadores, nossos blogueiros e colaboradores.
📌 R$ 20/mês
– Nome no quadro de agradecimentos fixado na página principal do site;
– Participação no grupo exclusivo de Whatsapp do MRN, que conta com a presença de outros apoiadores, nossos blogueiros e colaboradores;
– Publicar textos no blog Cultura Rubro-Negra.
📌 R$ 50/mês
– Nome no quadro de agradecimentos fixado na página principal do site;
– Participação no grupo exclusivo de Whatsapp do MRN, que conta com a presença de outros apoiadores, nossos blogueiros e colaboradores;
– Publicar textos em um blog exclusivo, concebido pelo próprio apoiador;
– Participar de reuniões pautas online e offline com a equipe MRN Informação.
📌 R$ 200/mês*
– O apoiador pode anunciar sua empresa, produto ou serviço. Antes de aderir a esta modalidade de apoio, entre em contato com o nosso marketing. *À combinar

Acesse apoia.se/mrn ou entre contato diretamente pelo nosso email ([email protected]) ou Whatsapp: 21 99419-6540.