O Atlético-PR anunciou ontem o afastamento do lateral-direito Léo, emprestado pelo Flamengo. Insatisfeito com a reserva após a contratação de Jonathan, o lateral-direito teria cometido atos de indisciplina.

“O Clube Atlético Paranaense esclarece à torcida atleticana que o atleta Leonardo Moreira Morais (Léo), ao contrário do seu discurso nas redes sociais, demonstrou má vontade e teve condutas antiprofissionais, que atingiram não só a Instituição, mas o compromisso que todo atleta deve ter como profissional.
Em decorrência da constante insatisfação demonstrada pelo atleta com a suplência, assim como visando a preservação de um ambiente saudável no grupo atleticano, a Direção e a Comissão Técnica decidiram pela mudança do projeto desportivo do jogador no Clube. A decisão levou em conta também a insatisfação demonstrada pelo grupo de atletas do Rubro-Negro, com a postura de Léo nos treinamentos e jogos”, disse o clube paranaense em nota.

Em sua conta do Facebook, Léo negou a indisciplina:

“Em primeiro lugar, gostaria de agradecer ao torcedor do Atlético Paranaense pela força que tem me dado desde a primeira vez que vesti essa camisa. Sou muito grato por tudo que vivi no clube. Infelizmente não faço mais parte do elenco principal. Não por vontade própria e quero deixar claro isso. Fui comunicado que não serei mais utilizado pela comissão técnica. Respeito a decisão, sem concordar, claro, até porque tenho dado minha vida em cada treino para ajudar o grupo, independente de jogar ou não. Tenho mais de cem partidas com essa camisa e sempre procurei honrá-la em busca do melhor para o clube. Me dediquei para fazer o bem ao Atlético. Nunca discuti ou desrespeitei ninguém. Não tenho esse histórico. Agora é seguir minha vida. Fecho um ciclo no Atlético, com muita tristeza, pois queria fazer um grande ano no clube. Fico na torcida por todos e agradeço pela força de sempre!”

Contratado pelo Flamengo em 2014 por R$ 2 milhões, Léo disputou apenas 11 jogos pelo clube, e foi sucessivamente emprestado ao Internacional, onde não foi bem, e ao Atlético-PR. Em 2016, foi titular no clube curitibano, que quis prorrogar o empréstimo. O Flamengo acabou aceitando reemprestar o jogador, mas para isso estendeu o contrato por mais um ano – ele agora se encerra no fim de 2018. Com o afastamento no Atlético-PR, Léo volta a causar dor de cabeça ao Flamengo.


O que você pensa sobre isso?


Vire Apoiador do MRN: entenda melhor clicando nesse nesse link: bit.ly/ApoiadorMRN

Outras formas de ajudar este projeto:
– Nosso site faz parte do plano de afiliados do Nação, o programa de sócio-torcedor do Flamengo. Se você clicar em bit.ly/STdoMRN e aderir ao programa, ou até mesmo renovar seu atual plano, o Mundo Rubro Negro ganha 50% da sua primeira mensalidade.