O tipo de alimentação ideal para um jogador de futebol dever possuir um equilíbrio entre altos níveis de carboidratos e açúcares, mas não pode se esquecer das proteínas e vitaminas que visam a recuperação dos músculos.

Não é fácil organizar uma dieta balanceada que atinja todos os pontos que um atleta precisa para manter sua atividade física no nível máximo durante uma partida de futebol. É um desafio diário que os melhores nutrólogos do planeta tentam aperfeiçoar todos os dias, já que o cardápio deve ser variado, para que o profissional não acabe relaxando no regime.
 

4 pontos são essenciais para atingir esta meta:

 

1- Carboidratos complexos


Crédito: Instagram

É um alimento que libera a energia aos poucos, fazendo com que o atleta tenha disposição durante os 90 minutos. O metabolismo do alimento tem longa duração, o que sustenta o desempenho prolongado do esportista. Alguns exemplos são as massas, cereais e o arroz.

2- Lanches regulares


Crédito: Pixabay

O corpo deve ser visto como uma máquina, ele precisa estar sempre lubrificado, bem nutrido, para continuar trabalhando continuamente. Portanto, nada de ficar com fome – reduza o intervalo entre as refeições. Fuja das frituras e dê preferências às frutas, cereais e iogurtes densos e sem açúcares.

3- Sucos e smoothies


Crédito: PedidosJa

A hidratação é parte de uma alimentação balanceada. Além da água pura, o atleta deve ingerir muitos sucos – com vitaminas e sais minerais – e smoothies, este último principalmente pela manhã. A ingestão de sucos é a melhor maneira de ingerir muitas vitaminas e minerais ao mesmo tempo – além de ser rápida e fácil.

4- Energia rápida e saudável


Crédito: Pixabay

Evite alimentos difíceis de digerir, como carne vermelha. Eles deixam o metabolismo do corpo devagar e sugam energia do atleta. Coma apenas na folga, bem de vez em quando. Seu desempenho vai melhorar. Dê preferência às carnes brancas. Sua saúde agradecerá.