Autor de um gol na estreia do Campeonato Carioca, o meia Diego foi o escolhido para a entrevista coletiva no Ninho do Urubu nesta segunda-feira. Ele creditou sua fase artilheira – são sete gols em 20 jogos pelo Flamengo, mais de um a cada 3 jogos, uma alta média se comparada à sua carreira, de cerca de um gol a cada cinco partidas – ao esquema do técnico Zé Ricardo. Veja o que mais ele falou sobre o jogo contra o Boavista e as perspectivas para a temporada:

Começo com vitória

A gente sente uma equipe um pouco mais entrosada, um pouco mais ciente do que tem que fazer. Uma equipe segura em campo, soubemos administrar bem a partida em geral. Os jogadores que estrearam estrearam de forma brilhante, e isso sem dúvida ajuda muito. A gente fica muito satisfeito de começar a nossa preparação. Temos que nos preparar vencendo, e foi isso que fizemos, por isso estamos muito satisfeitos.

Derrotas na preparação

Na verdade o ano em momento nenhum ficou conturbado para nós. Nós sabíamos que tudo estava sob controle. Quando você está em preparação os jogos servem para isso. Às vezes começa a ser criada uma situação injusta na minha opinião. O período de preparação serve pra você errar, perder, tomar gol, não é o objetivo, mas pode acontecer. Nós estávamos visando a estreia, a equipe técnica fez isso e nós jogadores assimilamos muito bem. A partir do momento que começa a valer ponto a cobrança pode ser mais exigente por parte de todos e de nós mesmos. Começar ganhando dá tranquilidade e muita confiança.

Trauco no lugar de Jorge

Chegou o momento dele (Jorge) ir para a Europa, é um excelente jogador, o tempo que ele passou aqui cumpriu de forma brilhante com as obrigações dele como jogador. O Trauco superou as expectativas. Não é tão simples, primeiro jogo da temporada, time novo, o Jorge vinha representando muito bem aquela posição. Ele superou as expectativas graças à preparação e à força mental que ele tem demonstrado, e é um jogador que vai nos ajudar muito nessa temporada.

Berrío

Não tenho dúvida que a integração dele vai ser de forma bem tranquila e rápida. Mas nós temos que dar tempo para os novos jogadores irem se adaptando para alcançarem o melhor ritmo deles. Eu procuro recebê-los como fui recebido, de forma sensacional. Os bons jogadores são sempre bem-vindos, e nós vamos fazer a nossa parte para que ele possa se sentir bem e render.

Estrangeiros no elenco

Os estrangeiros aqui já estão abrasileirados. A galera é muito bem-humorada, todos estão arranhando o português, uns mais, outro menos. Tem que ter essa mistura de culturas, pensamentos, o importante é que o Flamengo saia vitorioso durante os jogos e a temporada. A nossa relação é excelente e os gringos são bem-vindos.

Libertadores

Nós não estamos esperando a Libertadores. Nosso jogo mais importante é o jogo contra o Macaé. Até porque se começar a perder jogo, começa a gerar uma desconfiança desnecessária. O nosso jogo mais importante é esse de quarta-feira, nós vamos chegar para a Libertadores sem dúvida de forma preparada, e lá nós vamos discutir a possibilidade. Mas nesse momento o jogo mais importante para nós é sempre o próximo.

Márcio Araújo na reserva

O Márcio Araújo eu sou suspeito de falar, é sempre um prazer poder falar de um profissional como ele. Ele começa mais uma temporada com o esforço e o profissionalismo de sempre, e eu não tenho dúvida de que é um jogador fundamental para o nosso sistema. O bom é saber que ele está sempre preparado para ajudar, independentemente de quantos minutos vai jogar. Nós sabemos da importância que ele tem para a nossa equipe.

Atuação contra o Boavista

Eu já esperava sentir um pouco o começo de temporada, mas no geral não, eu me senti à vontade. A ideia é participar o máximo possível do jogo e da construção das jogadas, mas nem sempre vai ser possível. Os outros jogadores tem sido inteligentes para aproveitar esses espaços. Vai ser normal que em alguns jogos eu pegue menos na bola, mas isso não quer dizer que eu não esteja participando das jogadas ofensivas. Você criar espaço também é participar. Estrear com a vitória e o gol foi bem importante. O balanço é positivo.

Rômulo

A estreia do Rômulo foi, sem dúvida, sensacional. Um jogador bem dinâmico, comunicativo, forte fisicamente, inteligente com a bola. É um jogador que vai nos ajudar muito nessa temporada. Já foi importante nesse primeiro jogo e será ainda mais.

Mancuello

É um jogador muito inteligente, e esse tipo de jogador se adapta fácil às novas funções. Ele pode ser muito importante, perigoso, naquela função. Nosso entrosamento também é bom, e vai nos ajudar muito.

Alta média de gols

Eu tenho procurado estar sempre presente na área quando se desenha a jogada ofensiva. Nem sempre é possível, por estar participando da criação. Eu tenho recebido essa cobrança do Zé, do próprio Mozer para ser decisivo. Eu devo isso a mim mesmo, mas também ao funcionamento da equipe. Quando a jogada é bem trabalhada, o cruzamento é bem feito, facilita muito.

Problemas a corrigir

Nós não estamos aqui para nos enganar. Estamos crescendo e ainda temos alguns pontos para serem melhorados. Estrear ganhando de 4×1 de uma equipe com jogadores experientes e bem organizada é sinal de que tem mais pontos positivos do que negativos. Mas é lógico que nós precisamos melhorar. Lógico que o Zé está mais preparado do que eu para dizer onde e como nós temos que melhorar. Nós sabemos que estamos na direção certa, mas alguns pequenos ajustes precisam ser feitos para que a temporada seja positiva.

 
 
O que você pensa sobre isso?


Vire Apoiador do MRN: entenda melhor clicando nesse nesse link: bit.ly/ApoiadorMRN

Outras formas de ajudar este projeto:
– Nosso site faz parte do plano de afiliados do Nação, o programa de sócio-torcedor do Flamengo. Se você clicar em bit.ly/STdoMRN e aderir ao programa, ou até mesmo renovar seu atual plano, o Mundo Rubro Negro ganha 50% da sua primeira mensalidade.