O Mengão terá um adversário inédito na próxima quarta-feira (21) pela Copa Sul-Americana: o Club Deportivo Palestino, de fato um nome curioso para um clube chileno. Contudo, a história da equipe fará você entender o motivo pelo qual escolheram essa denominação.

Contexto da fundação

O clube foi fundado em 1920 por imigrantes fugidos do Império Otomano e que sofreram muito preconceito por parte da população chilena. Mas porque o Chile? Naquela época eles tinham uma política pacífica sobre receber imigrantes. A propósito, o Chile é hoje a maior colônia de palestinos fora do mundo árabe com cerca de 350 mil habitantes.

História do clube

Nos primeiros anos da sua fundação, o intuito era de que a equipe disputasse apenas competições coloniais, mas com a criação da Federação de Futebol do Chile em 1952, eles foram aceitos na segunda divisão e conseguiram o acesso já naquele ano. Sem muita paciência, a equipe conquistou o seu primeiro título da primeira divisão em 1955. Em 1978, sendo liderada por Elías Figueroa, zagueiro que foi defender a equipe após mais de 300 jogos pelo Internacional de Porto Alegre, a equipe conquistou seu segundo troféu de campeão chileno. Entre esse período a equipe venceu duas Copas Chilenas (1975 e 1977), além da segunda divisão (pela segunda vez) em 1972. Ainda nos anos 70 o CD Palestino conseguiu sua primeira participação na Copa Libertadores.

clube_palestino_chile_camisa_afp

Mapa da Palestina substituindo o número 1 (Foto: Agência AFP)

Polêmica

No uniforme a equipe usa as cores branco, verde e vermelho em homenagem a cultura palestina. Recentemente substituíram o número 1 das camisas pelo mapa da Palestina antes da criação de Israel. Isso gerou muita polêmica, principalmente com as comunidades judaicas que vivem no Chile e a equipe recebeu uma multa de 1.300 dólares.

Histórico

Essa é a primeira vez que o Palestino disputa a Copa Sul-Americana, tendo vencido 3 dos seus 4 jogos na competição até então e eliminado Libertad (Paraguai) e Real Garcilaso (Peru). Apesar de ser calouro nessa competição, a equipe participou por 4 vezes da Copa Libertadores, com retrospecto de 30 jogos disputados, 10 vencidos, 7 empatados e 13 derrotados.


Para o Mengão ficar de olho

Apesar de ter um estádio próprio, o Estadio Municipal de La Cisterna, a equipe tem mandado os jogos da Sul-Americana no Monumental David Arellano, estádio do Colo-colo, onde conseguiu o acesso na quinta-feira passada sem torcida, ou seja, apesar da grande população palestina no país, o time comandado por Zé Ricardo não deve esperar por uma grande quantidade de torcedores empurrando o adversário.

Mesmo com campanha boa na competição continental, o time que tem como destaque o meio-campista Leonardo Valencia, artilheiro e camisa 10, não vai muito bem no Campeonato Chileno. Em 6 jogos disputados na temporada 2016/17, a equipe tem 2 vitórias, 2 empates e 2 derrotas, somando 8 pontos em 18 disputados e ocupando a 9ª colocação.

Como já foi citado, Leonardo Valencia é o artilheiro do time na temporada com 8 gols em 12 jogos. Outro destaque da equipe é o atacante argentino Leandro Benegas, que tem 7 gols e 3 assistências também em 12 partidas disputadas.

Palestino e Flamengo se enfrentam na próxima quarta-feira, e você terá toda a cobertura aqui no Mundo Rubro Negro.


Lucas Tinôco faz parte da equipe do MRN Informação. Twitter: @lucastinocof