Ganso e Pato saem do banco para fazer a diferença e Flamengo é derrotado pelo São Paulo na estreia do Brasileirão

Por Igor Pedrazzi - MRN Informação

Na estreia das equipes no Brasileirão, os dois maiores vencedores do torneio se enfrentaram no Morumbi e o tricolor levou a melhor. Mesmo poupando vários titulares visando a disputa da taça libertadores, o time da capital paulista levou a melhor sobre o Flamengo e venceu por 2 x 1.

O JOGO

No começo, um jogo muito truncado, preso entre as intermediárias e com alguns erros de passes entre as duas equipes. O São Paulo com 4 volantes em campo, vinha com sua marcação toda atrás da linha da bola, o que dificultava a troca de passes e consequentemente fazia o Flamengo errar.O primeiro ataque só veio aos 7 minutos com Wesley, que após receber passe chutou mascado de fora da área pelo lado direito da meta de Paulo Victor. Aos 9 o Flamengo chegou bem ao ataque. Canteros foi o ladrão da bola na intermediária, e passou para Everton que achou Cirino, e o mesmo recebeu na frente após a tabela e cara a cara com Rogério Ceni, chutou fraco e rasteiro para a defesa do goleiro adversário.

Everton pecou na finalização e Rogério Ceni fez a defesa.

Everton pecou na finalização e Rogério Ceni fez a defesa.

O Flamengo pressionava a saída de bola da equipe paulista com seus homens de velocidade e forçava o erro do tricolor, tendo assim maior posse de bola durante os 15 minutos, mas sem muita objetividade. Aos 15 o Flamengo voltou a criar com cruzamento de Gabriel sem direção para Marcelo Cirino. Everton fllutuava pelos dois lados do campo, trocando de posição com Gabriel, com Cirino centralizado. 17 minutos e o São Paulo tentava chegar e Hudson finalizava muito mal após cruzamento de Boschilia. Com a bola no pé mas sem movimentação para escapar da marcação, o time por diversas vezes era obrigado a chamar o goleiro Paulo Victor para participar do jogo, sem opções para quem passar. Aos 18 Luís Fabiano teve chute bloqueado por Wallace dentro da área.

O Flamengo recuava e buscando os contra ataques, aos 27 minutos Marcelo Cirino saiu de cara com Rogério Ceni fora da grande área, mas finalizou muito mal. Após isso, o jogo caiu bastante de produção, os times se precipitavam demais e ninguém levava perigo aos gols. Somente aos 40 minutos após cruzamento, Wallace cabeceou fraco nas mãos de Rogério. Aos 43 após falta lateral, Souza cabeceou para o primeiro milagre de Paulo Victor no Brasileirão, excelente defesa com os pés. Ao final do primeiro tempo, um 0 x 0 de poucas emoções.

Vem o segundo tempo e Milton Cruz colocava Paulo Henrique Ganso no lugar do amarelado Hudson, e o meia formava uma trinca com Boschilia e Wesley atrás de Luís Fabiano. O São Paulo buscava o jogo e logo aos 3 minutos Luís Fabiano finalizou por cima do gol. A pressão continuava e aos 7 Wallace salvava mais uma finalização de Luis Fabiano, após passe açucarado de Ganso, que começava a aparecer no jogo.

Canteros desperdiça sem goleiro. Flamengo teve chances e não aproveitou.

Canteros desperdiça sem goleiro. Flamengo teve chances e não aproveitou.

O Flamengo aos 11 chegava com muito perigo, com uma defesa primordial de Rogério após chute de Gabriel na pequena área, no escanteio, chute de Anderson Pico foi desviado para escanteio. Até os 20 minutos da segunda etapa, só o São Paulo jogou, e obrigou Paulo Victor e Anderson Pico a intervirem e evitarem o que seria o primeiro gol do tricolor paulista. 23 minutos e uma dividida de Rogério Ceni com Marcelo fez com que a bola ficasse a feição para Canteros mandar pro gol sem goleiro, mas o volante finalizou por cima da meta, mais uma chance clara desperdiçada. Aos 29, após tabela entre Pato e Wesley, o meia levanta a bola com classe e acha Luis Fabiano na area após falha na marcação, gol do São Paulo.

A passividade do Flamengo que foi vista no carioca começava a voltar, e aos 35, Ganso deixou Alexandre Pato que não perdoou. São Paulo 2 x 0. Muito pouca objetividade, e no abafa, após cruzamento de Arthur Maia, Ganso coloca a mão na bola dentro da área. Pênalti que Everton converteu com categoria aos 41. Debaixo de um dilúvio que caía, o Flamengo ia tentando criar jogadas sem o menor senso de organização e preparo nos minutos finais. As mexidas de Luxa com Arthur Maia, Mugni e Eduardo pouco surtiram efeito e o Flamengo não atacou mais até o final do jogo.

Na segunda rodada, o Flamengo recebe o Sport dia 17 às 16 horas, e o São Paulo vai até Campinas enfrentar a Ponte Preta.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 2 X 1 FLAMENGO

Local: Estádio Cícero Pompeu de Toledo (Morumbi), em São Paulo (SP)
Data: 08 de maio de 2015, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (PE)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa-SP) e Clovis Amaral da Silva (PE)

AMARELOS

Hudson, Ganso(SAO). Lucas Mugni(FLA)

GOLS: Luis Fabiano, 28’/2T (1-0); Alexandre Pato, 34’/2T (2-0); Everton, 41’/2T (2-1)

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Paulo Miranda, Lucão, Dória e Reinaldo; Rodrigo Caio, Souza, Hudson (Paulo Henrique Ganso, intervalo), Wesley e Boschilia (Alexandre Pato, 26’/2T); Luis Fabiano (Thiago Mendes, 32’/2T). Técnico: Milton Cruz.

FLAMENGO: Paulo Victor; Pará, Bressan, Wallace e Anderson Pico; Jonas, Canteros (Eduardo da Silva, 38’/2T) e Almir (Lucas Mugni, 27’/2T); Everton, Gabriel (Arthur Maia, 27’/2T) e Marcelo Cirino. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.