Enquanto o Flamengo poupou todos os titulares, a Universidad Católica mandou o time principal a campo para a partida contra o Deportivo Antofagasta. Precisando da vitória após quatro derrotas seguidas na competição, o time chileno, que recebe o Flamengo pela Libertadores na quarta-feira, mandou a campo 7 dos 11 jogadores que entraram em campo contra o Atlético-PR – incluindo os meias Buonanotte e Fuenzalida e o atacante Santiago Silva, principais jogadores do time. As mudanças promovidas pelo técnico Mario Salas, concentradas na defesa, parecem menos ter a ver com preservar jogadores e mais com simples opção tática.

Com os titulares em campo, a Católica, atual bicampeã chilena, se reencontrou com a vitória, que não vinha desde a primeira rodada do atual Campeonato Chileno. Cordero, Silva (duas vezes) e Álvarez marcaram para a Católica na goleada por 4×1, em casa, contra o Deportivo Antofagasta. A sequência de bons resultados — já tinha ido buscar o empate contra o Atlético-PR após estar perdendo por 2×0 até os 40 do segundo tempo — pode aumentar a confiança da equipe chilena para o duelo contra o Flamengo.

Na quarta-feira, a Católica não contará com o zagueiro Maripán, expulso contra o Atlético-PR. De resto, o time escalado deve ser parecido com o que o técnico Salas mandou hoje a campo, com Toselli; Álvarez, Kuscevic, Maripán e Cordero; Lobos, Kalinski, Fuenzalida, Buonanotte e Noir; Silva.

 
 
O que você pensa sobre isso?


Vire Apoiador do MRN: entenda melhor clicando nesse nesse link: bit.ly/ApoiadorMRN

Outras formas de ajudar este projeto:
– Nosso site faz parte do plano de afiliados do Nação, o programa de sócio-torcedor do Flamengo. Se você clicar em bit.ly/STdoMRN e aderir ao programa, ou até mesmo renovar seu atual plano, o Mundo Rubro Negro ganha 50% da sua primeira mensalidade.