Neste domingo (15), Flamengo e Chapecoense se enfrentam pela quarta vez no ano. O encontro será na Arena Condá, casa do adversário, e o rubro-negro está longe de ter o desempenho esperado quando joga fora de casa. A bola rola às 17h00 (de Brasília).



Cariocas e catarinenses já se enfrentaram três vezes em 2017, e o Fla leva vantagem com duas vitórias e um empate, além de 9 a 1 no placar agregado. As goleadas rubro-negras, no entanto, aconteceram na Ilha do Urubu: 5 a 1 pelo primeiro turno do Brasileirão e 4 a 0 pela Copa Sul-Americana. Quando duelaram no palco do duelo de logo mais, o placar não saiu do zero.

Os problemas fora de casa estão longe de apenas o 0 a 0 na Arena Condá. Já são dois meses que o Flamengo não e vence e também não marca quando joga longe dos seus domínios. São 6 jogos, 3 empates e 3 derrotas desde a última vez que marcou na casa do adversário: na derrota por 3 a 2 para o Santos, no dia 18 de agosto, pela penúltima rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro.

Se o time já passa por 563 minutos sem balançar as redes fora de casa, o tempo sem vencer é ainda pior. Ao todo são 900 minutos, ou seja, DEZ jogos sem derrotar o adversário dentro da casa dele. São 5 empates e 5 derrotas. A última vitória foi o 1 a 0 no clássico contra o Vasco, em pleno São Januário, pela 12ª rodada do Brasileirão e há mais de três meses.

Retornos importantes no time titular

Após participarem da movimentada semana de eliminatórias, os peruanos Trauco e Guerrero e o colombiano Cuéllar voltaram a ser relacionados no Fla-Flu da última quinta-feira e começaram o clássico no banco de reservas. Ao longo do jogo, lateral e atacante entraram para tentar ajudar na busca pela vitória. Para o duelo deste domingo, o camisa 9 está confirmado como titular, enquanto o nº13 ainda não sabe se começa jogando.

Outro atleta que volta para a equipe titular, que começou o clássico no banco e também entrou durante a partida, é o meia Willian Arão. O camisa 5 surpreendentemente perdeu a vaga para Rômulo no jogo anterior.

Diego, recuperado de lesão, está relacionado. Se começará jogando, ainda não se sabe, mas a chance é grande. Caso comece entre os 11 iniciais, a tendência é que ou Éverton Ribeiro ou Berrío vá para o banco de reservas.

Provável Flamengo: Diego Alves; Pará, Réver, Juan e Trauco; Cuéllar, Arão, Diego (Éverton Ribeiro); Berrío (Éverton Ribeiro), Éverton e Guerrero. Técnico: Reinaldo Rueda.

Acompanhe Chapecoense x Flamengo no twitter @MRN_CRF.


Leia: Árbitro paranaense apita Chape e Flamengo pelo Brasileirão

Seja um #ApoiadorMRN! Ajude contribuindo com R$ 5, R$ 10 ou R$ 20 mensais e participe do nosso grupo exclusivo de WhatsApp e muito mais. Esta é a forma que nós temos de manter e planejar o nosso projeto como um todo. Se você possui um negócio ou serviço que precisa ser divulgado, temos planos de apoio a partir de R$ 50 mensais com publicidade no nosso site e redes sociais. Clique aqui e vire um #ApoiadorMRN: bit.ly/ApoiadorMRN
Participe da campanha especial de arrecadação para viabilizar a produção e edição de conteúdo no canal do MRN no YouTube. Doe qualquer quantia de forma rápida e segura!