O Mundial sub-17 começou neste sábado (07) para o Brasil. A competição, que desta vez acontece na Índia, conta com as principais seleções da categoria. A seleção canarinho conseguiu a vaga após o título do Sul-Americano, competição que colocou todos os holofotes do planeta bola em Vinicius Jr., eleito melhor jogador e artilheiro da competição.

Jogando contra a Espanha, principal adversária do Grupo D, a seleção contou com a raça da molecada, que sofreram com cãibras durante o jogo. Os espanhóis saíram da frente com um gol contra de Wesley, bom lateral da base do Flamengo. O empate veio após Lincoln, outro destaque do Sul-Americano, aproveitar vacilo do zagueiro e empurrar pras redes. O jogador de 16 anos que veio da Escolinha de Futebol do DJ Jerê é o camisa 9 e um dos principais atletas sub-17 do Brasil e do mundo.

Paulinho, do Vasco, marcou o gol da virada. Com a vitória por 2 a 1, o Brasil larga bem na caminhada pelo tetra. O próximo jogo será contra a Coréia do Norte, que sempre monta bons times nas equipes de base. O duelo será na terça-feira (10), às 11h30.

Na última edição, o Brasil caiu nas quartas de final, derrotado duramente pela Nigéria, que mais a frente se sagrou campeã do torneio. A geração atual, no entanto, é considerada melhor e mais promissora do que a de dois anos atrás. A equipe verde e amarela é a segunda maior vencedora da competição (3 títulos), atrás apenas da equipe nigeriana (5 títulos), e tenta quebrar um tabu de 14 anos sem levantar o caneco do torneio. A última vez que chegou a uma final foi em 2005, sendo derrotada pelo México.

*Créditos da imagem destacada: FIFA.com