Em competições como a Sul-Americana em que o gol fora é critério de desempate, conseguir marcar fora de casa pode ser decisivo para obter a classificação. Sabendo disso, o Flamengo foi ao Chile em busca de, ao menos, conseguir marcar e melhorar a situação para a partida de volta, em Cariacica.

Com o resultado …

Flamengo chegou algumas vezes, mas finalizou mal

Sabendo da importância do gol fora, o Flamengo começou o jogo partindo pra cima. Logo no primeiro minuto de partida, Fernandinho chegou com perigo ao chutar cruzado e obrigou bela defesa do goleiro Dario Melo. O camisa 30 mostrou estar inspirado e conseguiu uma bola na trave quase aos 30 minutos de partida, em nova defesa do goleiro do Palestino, que desviou a bola da meta.

Apesar de não estar finalizando bem no jogo, foi do Flamengo a maior parte de domínio de bola na partida. O Palestino tentou chegar em algumas oportunidades, principalmente nos contra-ataques, mas logo foi travado pela defesa rubro-negra que impediu que a equipe da casa chegasse com mais perigo.

Nos minutos finais da primeira etapa, coube a Fernandinho duas boas chances de chegada ao ataque. Após belo lance do camisa 30, o cruzamento não saiu certo, a bola ainda sobrou para Alan Patrick, que tentou Guerrero na área, sem sucesso. Na sequência, Fernandinho roubou a bola e tentou nova jogada, mas foi travado pela defesa do Palestino, que acabou mantendo o jogo da forma que começou: 0x0 no placar.


Estrela de Zé Ricardo brilha e Sheik garante a vitória no Chile

O Flamengo voltou mais lento para o segundo tempo e o Palestino passou a gostar mais do jogo. Em duas oportunidades, o time mandante quase abriu o placar. Na primeira, em um chute cruzado de Mazurek, que saiu pela linha de fundo e na segunda em um chute de fora da área com Farías, quando a bola acabou saindo por cima da meta de Muralha.

A equipe rubro-negra conseguiu chegar menos vezes ao ataque no segundo tempo. Fernandinho que foi o destaque da equipe na primeira etapa, sentiu e acabou sendo substituído no jogo, dando lugar para Marcelo Cirino entrar na equipe. Logo depois da entrada em campo, o atacante quase conseguiu marcar de cabeça, após receber cruzamento na área, mas a zaga do Palestino afastou o perigo.

Com quase 30 minutos da segunda etapa, Guerrero, apagado na partida até então, quase abriu o placar para o Flamengo no Chile. Após driblar o zagueiro e invadir a área, o peruano carimbou a bola no travessão e por muito pouco não balançou as redes do Palestino.

Pouco depois do lance no travessão, Zé Ricardo mostrou mais uma vez que tem estrela. Recém entrado na partida, Emerson Sheik aproveitou rebote de cruzamento de Cirino e balançou as redes do Palestino no Chile. Apesar da desvantagem no placar, o Palestino não desistiu e quase chegou ao empate em lance aéreo aos 40 minutos.

Com a vantagem no placar, o Flamengo apenas administrou o resultado nos últimos minutos do jogo e se fechou para garantir a vantagem conquistada para o jogo da volta. Apesar de algumas tentativas do Palestino, o rubro-negro confirmou a vitória por 1×0 e agora pode empatar por qualquer placar no jogo de volta, que avança para a próxima fase.

O jogo de volta entre Flamengo e Palestino será na próxima quarta-feira (28) às 21h45 no Estádio Kléber Andrade, em Cariacica, que tem sido a casa do Flamengo na temporada e palco de grandes jogos.

Ficha Técnica

Palestino x Flamengo

Palestino: Dario Melo; Francisco Sierralta; Ezequiel Luna; Benjamin Vidal e Cereceda; Agustín Farías, Esteban Carvajal e Franco Mazurek (Diego Torres); Vidangossy (Jason Silva), Benegas e Leonardo Valencia (Richard Paredes). Técnico: Nicólas Córdova

Flamengo: Muralha; Rodinei, Juan, Rafael Vaz e Jorge; Márcio Araújo, Cuéllar, Alan Patrick (Chiquinho) e Mancuello (Emerson Sheik); Fernandinho (Marcelo Cirino) e Guerrero. Técnico: Zé Ricardo

Público: 6.995

Crédito da imagem destacada: Reprodução – Site ESPN