O técnico Zé Ricardo disse que a grande festa que a torcida do Flamengo fez na partida contra o San Lorenzo foi um grande motivador para que a equipe conseguisse a goleada por 4×0 contra a equipe argentina, mais até do que o fato de o rival estar realizando sua primeira partida oficial na temporada por conta da greve que atrasou o reinício do Campeonato Argentino:

– Difícil mensurar até que ponto isso interferiu no rendimento da equipe deles. O que eu posso falar é que nossa equipe conseguiu fazer uma partida organizada, principalmente no segundo tempo. Primeiro tempo a equipe do San Lorenzo veio com uma proposta de marcação mais baixa esperando nosso erro e a gente cuidou de não dar essa oportunidade para eles. A partir do segundo tempo, quando nós fizemos o primeiro gol do Diego, eles tiveram que abrir um pouquinho mais e a gente conseguiu com os espaços que eles deixaram ampliar o placar. Tá todo mundo de parabéns, foi uma partida inesquecível, também para nós. A festa que a torcida fez, o mosaico maravilhoso que eles colocaram ali, não tinha como a gente não fazer uma partida no nosso limite máximo. Foi isso que a gente fez e tá todo mundo de parabéns.

O treinador disse que não precisou conversar com o time sobre os muitos erros de defesa no empate em 3×3 com o Fluminense que acabou custando o título da Taça Guanabara com a derrota nos pênaltis.

– Eu não tive nenhum papo especial com a equipe quando acabou o jogo com o Fluminense, nem nos treinos que tivemos depois, porque com o grupo inteligente e experiente que nós temosm com certeza foram eles que se cobraram mais após a partida. Eu deixei bem claro que dificilmente repetiríamos o primeiro tempo que fizemos contra o Fluminense, porque é uma equipe que é marcada pela concentração e a organização no jogo, e isso a gente se cobra bastante. Não falei nada com o Vaz, nem com o Réver, porque não vi necessidade alguma de fazer isso