Luiza Sá | Twitter @luizasaribeiro

mrn infVencer, Vencer, Vencer. Esse é o nome da chapa de Wallim Vasconcellos e Rodolfo Landim que concorre à presidência do Clube de Regatas do Flamengo nas eleições que acontecem no final do ano. A apresentação de boa parte do  grupo que esteve com Eduardo Bandeira de Mello em 2012 aconteceu nesta segunda-feira (31) no Leblon, zona sul do Rio de Janeiro. Ex-dirigentes do clube, Luiz Eduardo Baptista, o Bap, e Rodrigo Tostes também apresentaram o projeto da nova chapa. Zico e Carlos Langone — ex-presidente do Banco Central e Vice-presidente de Negociação da Dívida, cargo criado pela atual diretoria e já extinto — também falaram,  mostrando apoio ao grupo. O evento aconteceu no CineLeblon, mesmo local do lançamento da famosa Chapa Azul, vitoriosa em 2012.



O maior ídolo da história do Flamengo começou a apresentação. E logo deixou claro aua preferência pela união dos  que formaram a “Chapa Azul” inicialmente. “Eu não gostaria que tivesse nenhuma divisão, mas aconteceu. Quem sabe na hora da eleição mude, tudo pode acontecer. Sou um cara otimista e espero que a gente não se divida na hora de eleição e possa arrumar uma forma de juntar todo mundo. Deixar a vaidade de lado. O importante é o Flamengo acima de tudo”, afirmou Zico.

“Tivemos diversas reuniões, o projeto deles era aquilo que eu queria para o Flamengo: a volta da credibilidade. Agora as pessoas vêem o clube de outra maneira, principalmente os atletas. No passado a gente viu o Flamengo perder um pouco a credibilidade. Agora estamos em outro rumo, espero que quem sentar naquela cadeira possa cada vez mais colocar a casa em ordem”, disse o eterno camisa 10.

Langone tomou a palavra logo depois e comentou um pouco sobre o momento econômico do país e a importância de manter a política de ajuste das finanças. “Uma gestão não garante que o clube seja vencedor de títulos. Mas sem uma gestão adequada nunca um clube pode alcançar títulos”, vaticinou.

Após os dois demonstrarem seu apoio, Wallim, Landim, BAP e Tostes se revezaram para a apresentação do projeto do que já foi realizado até agora e as propostas da chapa para o próximo triênio. O ponto mais tocado durante todo o tempo foi a necessidade da união de todos os envolvidos para a conquista de um Flamengo melhor. Wallim fez palanque: “Se vencermos vamos precisar de todo mundo, não há preconceito com ninguém. Acho que o preconceito de algumas pessoas é inconcebível, quem pensa no Flamengo pensa mais no clube do que em outra pessoa.” E não perdeu a chance de cutucar EBM: “A gente vê hoje no Flamengo um presidente com uma dificuldade enorme de tomar decisões como demitir treinadores.”

Landim comentou um pouco sobre os projetos para os esportes olímpicos e exaltou a ótima situação que o basquete rubro-negro se encontra, além de lembrar do recebimento do prêmio de transparência do futebol brasileiro. “Flamengo é um time que tem a maior torcida do Brasil, temos que mostrar o caminho para todos os clubes brasileiros.” afirmou ao público presente.

BAP deu uma visão sobre a diversificação da renda dentro do clube nesses últimos anos. Se antigamente o dinheiro recebido da televisão era a principal fonte de dinheiro, hoje isso é dividido principalmente com os patrocinadores, além de sócio-torcedor, venda de jogadores, etc.

Tostes, que recentemente deixou a VP de Finanças do Flamengo, abordou mais a parte financeira e reafirmou a necessidade de continuidade do trabalho: “Infelizmente a vaidade não deixou a gente chegar onde queria. As decisões eram simples, as decisões difíceis começam a partir de agora. Temos que mudar de patamar. Existe uma necessidade grande de se juntar novamente um grupo que esteja capacitado para tomar as discussões difíceis. Foi um sacrifício convencer as pessoas, atletas, técnicos, no início. Esse trabalho precisa continuar, apesar de muito melhor, a situação não está resolvida”, alertou Tostes.

Esse trabalho precisa continuar, apesar de muito melhor, a situação não está resolvida" alertou Tostes. | Foto Luiza Sá/MRN

Esse trabalho precisa continuar, apesar de muito melhor, a situação não está resolvida” alertou Tostes. | Foto Luiza Sá/MRN

Em resumo, além de reforçar o que já foi feito desde que os “azuis” assumiram o poder, os compromissos assumidos foram alavancar o programa de sócio-torcedor, inclusive tentando incluir os “off-rio”; finalizar as obras do Centro de Treinamento, que já vem se arrastando há algum tempo; maior investimento nas categorias de Base; a aprovação da Arena Multiuso; e  diversas mudanças no futebol profissional para que haja um perfil pra atuar no Flamengo, tanto de jogadores quanto de treinadores. Vale acrescentar o discurso pelo desejo de (5) uma melhor relação com CBF, FERJ, outros Clubes e Federações.

Por fim, investimentos nos outros esportes, como o remo, melhorias na Gávea e associação com projetos sociais. E, claro, o tão sonhado estádio próprio – que poderia ser na Gávea, para pouco mais de 25 mil pessoas, em outro terreno, dando lugar a 45 mil pessoas, ou até o Maracanã, caso volte a ser do Estado, que é uma opção quase inviável.

“Flamengo tem que mudar de patamar, tem muito para avançar, principalmente no futebol. Isso inclui base, completar o CT, iniciar a construção do estádio. Flamengo precisa ter um estádio, é fundamental. Vamos trabalhar todos juntos, vou precisar da ajuda dos senhores pra gente mudar de patamar. Mudar de Mengo para Mengão”, completou Wallim que, junto com Landim, lança sua campanha com o lema “Nada do Flamengo, tudo pelo Flamengo”.

LEIA TAMBÉM:

Novas mudanças no quadro de VPs do Flamengo: Motta pode assumir FlaGávea e Strauch a Administração

 

 

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

SIGA A GENTE NO TWITTER

Seja um #ApoiadorMRN! Ajude contribuindo com R$ 5, R$ 10 ou R$ 20 mensais e participe do nosso grupo exclusivo de WhatsApp e muito mais. Esta é a forma que nós temos de manter e planejar o nosso projeto como um todo. Se você possui um negócio ou serviço que precisa ser divulgado, temos planos de apoio a partir de R$ 50 mensais com publicidade no nosso site e redes sociais. Clique aqui e vire um #ApoiadorMRN: bit.ly/ApoiadorMRN
Participe da campanha especial de arrecadação para viabilizar a produção e edição de conteúdo no canal do MRN no YouTube. Doe qualquer quantia de forma rápida e segura!