huh


Da Redação

 

mrn infO Presidente do Flamengo Eduardo Bandeira de Mello recebeu no dia 01/10 o título de benemérito do estado do Rio de Janeiro, concedido pela Assembleia Legislativa. A homenagem é dada para personalidades nacionais ou estrangeiras que tenham atuado para o desenvolvimento econômico, científico, artístico, cultural, desportivo ou, ainda, que tenham feito doações valiosas ao patrimônio do estado.



O Deputado estadual Papinha, do PP, enviou o Projeto para a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro no início desta semana. O deputado justificou o pedido dizendo tratar-se de uma justa homenagem ao “ilustre administrador não apenas pelo momento, mas em toda sua trajetória profissional”.

Fico muito feliz. Isso denota a importância do Flamengo no nosso estado. — Disse Bandeira ao MRN.

Veja o texto da aprovação do pedido, publicado hoje no Diário Oficial do Estado.

 

JUSTIFICATIVA

A presente proposição visa conceder ao Ilustre administrador e atual presidente do Clube Regatas do Flamengo EDUARDO CARVALHO BANDEIRA DE MELLO o Título de Benemérito do Estado do Rio de Janeiro pelos relevantes serviços prestados a toda população do nosso Rio de Janeiro. O ora homenageado é natural do Rio de Janeiro, nascido em 1953 possui uma brilhante trajetória profissional que se originou como operador de computador no Grupo Atlântico Boavista, passando para Analista de Organização e Métodos em 1972 até 1974 no Grupo Bozano. Nesse mesmo ano, graduou-se em Administração na UFRJ se tornou Analista de Sistema e métodos na Veplan Residências. Em 1975 se tornou Diretor Financeiro na área de Controle Tecnológico de Materiais da CONTEST, onde se manteve por aproximadamente dois anos e em 1976 terminou o seu mestrado no COPPEAD – UFRJ em concentração em Sistemas de Informações Gerenciais.

Mas foi em 1977 no departamento de sistemas do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) que Eduardo Carvalho Bandeira de Mello
começou sua trajetória de 35 anos de enorme sucesso, passando posteriormente para Técnico nas áreas de desenvolvimento urbano, energia, transportes e logística. De 1989
a 1990 atuou como Gerente de Sistemas da área social. No ano seguinte atuou por um ano como Gerente do Departamento de Indústrias Tradicionais e Agronegócio. Posteriormente permaneceu por quatro anos até 1996 como Gerente do Departamento de Energia e Telecomunicações, vindo a se tornar Gerente da Área Social por três anos. De 1999 a
2003 como Gerente Executivo de Administração Pública e Chefe do Departamento de Operações Sociais, ficou responsável pelo Programa de Modernização da Administração
Tributária e da Gestão dos Setores Sociais Básicos – PMAT e por operações nas áreas da saúde e de assistência social, tornando-se Gerente Executivo de Acompanhamento
Empresarial, por onde teve uma rápida passagem até se tornar ainda em 2003 Chefe do Departamento de Meio Ambiente (Área Social) – atribuições do atual DESAM. No ano de
2004 concluiu seu MBA Executivo no COPPEAD – UFRJ. No ano seguinte, atuou por quatro anos como Chefe do Departamento de Meio Ambiente (Área de Planejamento),
quando se tornou Chefe do Departamento de Gestão do Fundo Amazônia até julho de 2009, ano em que encerrou suas atividades como funcionário do BNDES.

Também teve participação em colegiados importantes como o Comitê Executivo do CONIP – Congresso Nacional de Informática Pública de 1999 a 2002 e no Conselho Superior de Meio Ambiente – FIESP de 2004 a 2012.

Participou de diversos eventos como palestrante, dentre eles podemos destacar o Congressos de Eficiência Energética da NAESCO em Washington em 1995 e
1998 no 3 Country Cross Exchange Workshop in Energy Efficiency em Nova Déli e Paris em 2006, em 2005 no CDM Opportunities in Brazil em Londres. Na Colômbia e na Alemanha no ano de 2008 na Carbon Expo. Também foi palestrante na Conferência das Partes – Convenção do Clima das Nações Unidas em Montreal 2005, Bali 2007, Póznan 2008.

Com base nesse sólido currículo que o ilustre homenageado firmou-se como um administrador capaz de enfrentar complexos desafios profissionais, sendo assim, que em janeiro de 2013 veio a assumir a presidência do Clube Regatas do Flamengo e aonde se mantém atualmente. Clube esse, que como sabemos, possui a maior torcida do mundo segundo a FIFA, a qual é patrimônio cultural da cidade do Rio de Janeiro. Nesses anos a frente do clube, podemos destacar como marco de sua gestão, a reestruturação das dívidas do clube, arrumando a casa e abrindo portas para que o Clube Regatas do Flamengo volta-se a crescer.

Uma de suas principais contribuições ao Clube Regatas do Flamengo e ao futebol brasileiro como presidente do Flamengo, vale destacar seu pelo pioneirismo, com a mudança no estatuto do clube que agora impõe responsabilidade fiscal à esse. Essa medida visa punir dirigentes que agora poderão responder com os próprios bens caso a má gestão seja comprovada. Com essa mudança o clube se antecipou a antiga medida provisória 671, que veio a se tornar a Lei 13.155/15 de Responsabilidade Fiscal no Esporte, que propõe o refinanciamento das dívidas de clubes com a condição de que esses entrem em um conjunto de regras de responsabilidade fiscal e administrativa.

Dessa forma, Eduardo Carvalho Bandeira de Mello, juntamente com sua qualificada equipe, ao reestruturar o Clube Regatas do Flamengo conquistou prêmios como o de melhor gestão e transparência de clubes do país, tornando-se um exemplo a ser seguido na administração do esporte de um modelo de gestão de qualidade, e que, consequentemente, vêm atraindo uma maior visibilidade ao futebol carioca.

Assim sendo, com todos esses méritos, peço aos meus pares a devida aprovação desta proposição para congratularmos um dos maiores e mais importantes administradores do nosso estado – EDUARDO CARVALHO BANDEIRA DE MELLO.

 

Comente pelo Twitter @MRN_CRF ou direto na fanpage do MRN no Facebook (clique aqui). Sua opinião faz toda diferença!


 

 

ÚLTIMAS DO MUNDO RUBRO NEGRO

#BotaCaraCBF – Quem tem que apoiar primeiro é você!

A FIFA precisa do Zico e a CBF está com medo

Torcida do Flamengo começa a apoiar campanha de Zico nas redes sociais

Há 39 anos o Flamengo venceu a Seleção Brasileira e chorou por Geraldo Assoviador

Encantado com a torcida, Robinson diz que Fla pode voltar a vencer tudo

EDITORIAL: OS 5 PRINCÍPIOS DO MUNDO RUBRO NEGRO NAS ELEIÇÕES DO FLAMENGO

 

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

SIGA A GENTE NO TWITTER

Seja um #ApoiadorMRN! Ajude contribuindo com R$ 5, R$ 10 ou R$ 20 mensais e participe do nosso grupo exclusivo de WhatsApp e muito mais. Esta é a forma que nós temos de manter e planejar o nosso projeto como um todo. Se você possui um negócio ou serviço que precisa ser divulgado, temos planos de apoio a partir de R$ 50 mensais com publicidade no nosso site e redes sociais. Clique aqui e vire um #ApoiadorMRN: bit.ly/ApoiadorMRN
Participe da campanha especial de arrecadação para viabilizar a produção e edição de conteúdo no canal do MRN no YouTube. Doe qualquer quantia de forma rápida e segura!