Apesar de não estar nem mais treinando com o grupo e ter sido liberado para acertar sua transferência para o Internacional, o atacante Marcelo Cirino foi inscrito pelo Flamengo no grupo de jogadores que disputarão a Libertadores. Cirino, no entanto, perdeu a camisa 7 para Ederson e foi inscrito com o número 29. Não está claro se o Flamengo de fato pretende contar com o atacante ou tomou a precaução para poder usá-lo caso o negócio com o clube gaúcho não seja concluído – só é possível fazer alterações na lista da Libertadores após o fim da primeira fase.

Com Ederson, que voltou a treinar com os companheiros hoje, usando a camisa 7, Diego usará o número 10 na Libertadores, que não permite camisas acima de 35. O fato de Ederson usar a 10 foi justamente o argumento usado para Diego não usar a camisa no resto da temporada. Agora que o meia-atacante mudou para o número 7, não está claro também se Diego continuará usando a 35 no resto da temporada ou adotará a 10 de vez.

Com a inscrição de Cirino, Adryan ficou de fora da lista da Libertadores. Enquanto o Carioca permite a inscrição de 30 jogadores de linha, na Libertadores são 30 jogadores no total, incluindo os três goleiros. Além de Adryan, o atacante Cafu também não foi inscrito – a outra vaga do Flamengo na lista do Carioca é ocupada por Jorge, que já deixou o clube. O goleiro Gabriel Batista, do sub-20, também inscrito no Carioca, perdeu a vaga para César, que na semana passada voltou antecipadamente de empréstimo para a Ferroviária justamente para ser inscrito na competição.

Veja a lista de inscritos do Flamengo na Libertadores: