Ao vencer o Caxias do Sul por 94 a 60, no Ginásio do Tijuca Tênis Clube, o FlaBasquete chegou a 10 vitórias em 11 jogos no Novo Basquete Brasil 9. Essa foi a maior diferença de pontos na temporada. O Orgulho da Nação manteve-se na liderança isolada, encerrando o ano com chave de ouro.

Após a partida, o pivô JP Bastista concedeu entrevista coletiva à imprensa, fez uma análise da vitória rubro-negra sobre o Caxias e de sua atuação, e também contou uma novidade que promete deixar o elenco comandado por José Neto ainda mais forte.

Líder x Lanterna

“O mais importante foi a atitude que tivemos no jogo, não olhamos muito para os números. Mesmo sem o Marquinhos e o Fisher entramos focados. O nosso time está bem encaixado ofensivamente, mas estamos sim concentrados para essa parte defensiva que tem oscilado um pouco. Entramos bem no terceiro quatro e isso foi essencial para essa vitória.”

Terceiro quarto arrasador: 33 a 5.

“O reinício do jogo é importantíssimo para ambas as equipes. Já tiveram ocasiões em que estávamos vencendo o jogo, voltamos do intervalo um pouco relaxados e cedemos o empate. Hoje jogando em casa sabíamos dessa importância e foi aí que usamos a experiência que temos, a intensidade que o Neto sempre fala e conseguimos tanto ofensivamente trabalhar bem, quanto defensivamente limitar as ações deles.”

Novidade no elenco?

“Virar o ano na liderança da competição é um grande passo para atingirmos o nosso objetivo. Queremos ser campeões e sabemos que temos muito a melhorar. Tem um peça chegando no início do ano e que vai nos ajudar. Eu não conheço o jogador, só vi algumas imagens, mas o pessoal diz que é uma pessoa muito madura, que vai agregar bastante à equipe.” 


Cestinha da partida com 20 pontos

“Meu objetivo único é entrar em quadra e tentar ter um impacto positivo. O Maquinhos não estava jogando hoje, então eu tentei ser mais agressivo, ser um ponto de referência no ataque. Deu certo no início do jogo, consegui finalizar nos lugares em que me sinto mais confortável. Estou feliz em ter feito uma bela partida.”

Molecada dando conta do recado

“Do começo do ano pra cá eles tiveram uma evolução muito boa. Eles trabalham duro todos os dias e eu fico feliz. Acontecem alguns erros que são normais pois eles são moleques, mas os acertos são maiores.” 

Expectativa para 2017

“Espero para 2017 o mesmo o que acorreu em 2016. Títulos e vitórias. Esse é o nosso objetivo desde o começo do ano. Vamos continuar nessa meta, sempre focados, com os pés no chão e com humildade trabalhando todos os dias”, concluiu o pivô. 

Foto: Bruno Lorenzo/LNB
Trabalho de quadra: Mariana Sá
Da redação: Bruno Vasconcellos

 

O que você pensa sobre isso?


Vire Apoiador do MRN: entenda melhor clicando nesse nesse link: bit.ly/ApoiadorMRN

Outras formas de ajudar este projeto:
– Nosso site faz parte do plano de afiliados do Nação, o programa de sócio-torcedor do Flamengo. Se você clicar em bit.ly/STdoMRN e aderir ao programa, ou até mesmo renovar seu atual plano, o Mundo Rubro Negro ganha 50% da sua primeira mensalidade.