A primeira audiência do segundo processo do Flamengo na Corte Arbitral do Esporte contra o Al-Nassr, na Suíça, acontecerá na próxima segunda-feira e o Flamengo espera enfim receber todo o dinheiro da venda do atacante Hernane ao clube saudita até o fim do ano que vem. A informação foi passada em primeira mão ao MRN pelo VP da Procuradoria-Geral Flávio Willeman, presente à cerimônia de inauguração do novo Ninho do Urubu.

– O Flamengo tem duas ações ajuizadas na CAS (Corte Arbitral do Esporte), ganhou a primeira, está executando na Fifa. Se o clube não pagar, sofrerá sanções esportivas. Na segunda-feira tem uma audiência do segundo processo, a primeira audiência. O primeiro processo envolve as duas primeiras parcelas, o segundo processo envolve a terceira parcela. Na segunda-feira tem uma audiência lá na Suíça, o Flamengo já mandou um advogado, do escritório do Marcos Motta e acho que o Al-Nasr sequer vai comparecer à audiência, eles praticamente entregaram os pontos em relação a esse processo, agora é só o Flamengo receber. Está no orçamento, o Flamengo tem na meta do Jurídico receber isso até o final do ano que vem – afirmou Willeman.

Em junho, a CAS, mais alta instância de Justiça desportiva do mundo, condenou o Al-Nasr a pagar 3,1 milhões de euros ao Flamengo pelas duas primeiras parcelas da compra realizada em 2014, na qual o clube árabe deu calote completo. O Al-Nasr não cumpriu a determinação, e o Flamengo entrou com notificação no Comitê Disciplinar da Fifa, que pode excluir o clube de competições internacionais e proibi-lo de negociar com atletas estrangeiros caso ele não cumpra o pagamento, e também na Confederação Asiática de Futebol, que pode decidir por penas semelhantes. A expectativa é que a decisão sobre a terceira e última parcela, que em valores atualizados deve chegar a 2,5 milhões de euros, siga o mesmo roteiro. No mais recente balanço trimestral do Flamengo, o clube estima que o valor atualizado que tem a receber do clube saudita é de R$ 16,3 milhões.

Brasileiro de 1987

Willeman também falou sobre a expectativa do Jurídico para o processo sobre o reconhecimento do título brasileiro de 1987, que completa hoje 29 anos. O processo encontra-se parado no Supremo Tribunal Federal depois que o ministro Luís Roberto Barroso pediu vista após o voto do relator Marco Aurélio Mello – que, apesar de ser rubro-negro e inclusive ter sido flagrado recentemente com o celular tocando o hino do Flamengo durante uma entrevista, deu parecer contrário ao reconhecimento.

– O Flamengo está trabalhando, trabalhando muito, e eu estou confiante. É isso que eu posso dizer. O Flamengo não para de trabalhar nesse processo nem um dia na semana, nem um dia no ano – disse Willeman.


 
 
O que você pensa sobre isso?


Vire Apoiador do MRN: entenda melhor clicando nesse nesse link: bit.ly/ApoiadorMRN

Outras formas de ajudar este projeto:
– Nosso site faz parte do plano de afiliados do Nação, o programa de sócio-torcedor do Flamengo. Se você clicar em bit.ly/STdoMRN e aderir ao programa, ou até mesmo renovar seu atual plano, o Mundo Rubro Negro ganha 50% da sua primeira mensalidade.