O Flamengo enfrenta esta noite o San Lorenzo em Buenos Aires precisando de um empate para assegurar a classificação às oitavas de final na Libertadores. Além do time argentino, que cresceu desde a primeira rodada, quando foi derrotado por 4×0, e da pressão da torcida local, o Flamengo enfrentará um desafio extra nesta noite no estádio Nuevo Gasómetro. O campo do San Lorenzo é o gramado de maiores dimensões da Argentina, e maior do que os que o clube vem se acostumando a jogar nos últimos anos no Brasil, quando a CBF promoveu uma padronização no tamanho dos campos para que eles ficassem como os que a Fifa utiliza nas Copas do Mundo.

O campo do Nuevo Gasómetro tem 110 metros de comprimento por 75 metros de largura, enquanto o Maracanã e o restante dos gramados do Campeonato Brasileiro tem 105 metros de comprimento por 68 metros de largura.

Se na defesa essas dimensões podem criar maiores dificuldades para o Flamengo, no ataque elas abrem novas possibilidades para que o Flamengo explore a velocidade dos seus pontas, principalmente o colombiano Berrío. Na entrevista coletiva ontem, o técnico Zé Ricardo se disse preocupado com as inversões de jogo feitas pelo meia paraguaio Néstor Ortigoza aproveitando as dimensões do gramado.

Jogando em casa nesta Libertadores, o San Lorenzo foi derrotado pelo Atlético-PR por 1×0 e venceu a Universidad Católica por 2×1. Campeão da Libertadores pela primeira vez em 2014, o time argentino não passou da fase de grupos nas duas últimas edições e precisa da vitória hoje para garantir a classificação.

 
 
O que você pensa sobre isso?


Vire Apoiador do MRN: entenda melhor clicando nesse nesse link: bit.ly/ApoiadorMRN

Outras formas de ajudar este projeto:
– Nosso site faz parte do plano de afiliados do Nação, o programa de sócio-torcedor do Flamengo. Se você clicar em bit.ly/STdoMRN e aderir ao programa, ou até mesmo renovar seu atual plano, o Mundo Rubro Negro ganha 50% da sua primeira mensalidade.