O Flamengo superou os desfalques, venceu o também desfalcado Atlético Mineiro por 2 x 0 e foi dormir entre os quatro melhores do Campeonato Brasileiro.

Foi a primeira vitória por mais de um gol de diferença e justamente contra uma das melhores equipes do Brasil.

Os reservas da Gávea fizeram diferença com bom jogo do Vizeu, Mancuello e Canteros, além da zaga e goleiro seguros.

Mesmo sem diversos titulares, o Flamengo manteve o padrão das últimas partidas, o que demonstra um princípio de consistência tática e organização.

A equipe Rubro Negra não finalizou muitas vezes, porém foi cirúrgica quando chegou, dominou quando precisou e viu a zaga tirar as inúmeras bolas lançadas na área.

Sem Cazares e Fred, a equipe mineira perdeu muita qualidade no meio de campo, sofreu com a forte marcação e fez sua pior partida ofensiva no campeonato: apenas duas finalizações corretas.

O começo foi bem interessante. O Flamengo avançou a marcação, dominava o meio de campo com boa participação dos meias e rondava a área do galo mineiro.

O gol saiu após uma tabelinha vertical entre Arão, ótima deixada de Mancuello para o Vizeu que finalizou com categoria.

A partir da metade da etapa inicial, com o Flamengo já mais recuado, o adversário equilibrou o jogo com o Robinho tendo mais espaço, chegou a fazer dois gols impedidos, porém abusava dos cruzamentos e a zaga Rubro Negra e o Muralha cortavam todas a bolas.

No segundo tempo o Atlético começou melhor, incomodou mais a defesa Rubro Negra e Muralha fez boas intervenções.

O segundo gol saiu logo no começo, em boa jogada com Fernandinho – que antes havia errado tudo, e Vizeu, sempre bem posicionado, marcou o segundo.

O Flamengo tentou algumas escapadas no contra-ataque, mas errava demais. Melhorou com a entrada do Canteros no lugar do Mancuello e o Rubro Negro passou a dominar o meio de campo e segurar a bola no ataque.

O Flamengo controlou, Vizeu teve chance de matar a partida, mas não tinha mais pernas.

A vitória foi garantida sem grandes sustos contra um dos melhores do campeonato.

 

Postagem compartilhada com o Blog Ninho da Nação (link).