Dados analisados de borderôs dos últimos jogos do Flamengo apontam que todos seus principais rivais arcam com custos menores de arena.

 
Num momento em que o Flamengo pleiteia assumir a
concessão do Maracanã – embora as últimas notícias deem conta de que o governo do Estado mais uma vez se articula contra essa pretensão, os borderôs destes últimos jogos do Campeonato Brasileiro devem ser analisados com atenção para avaliar até que ponto essa
empreitada pode ser financeiramente positiva para o Flamengo.



No jogo contra o Corinthians, mesmo sem intermediários, o Flamengo pôs em seus cofres apenas cerca de 58,5% da receita bruta do jogo, uma cifra consideravelmente abaixo do que clubes grandes conseguem em jogos lotados em seus estádios próprios ou alugados – à exceção do Corinthians, que, coincidência ou não, também joga numa arena construída pela Odebrecht (mal construída, por sinal, pelo que ficamos sabendo recentemente). Também é inferior às porcentagens das rendas conseguidas pelo Flamengo em jogos em outros estádios durante seu périplo sem casa no Brasileiro.
 

Borderô Flamengo x Corinthians

Borderô Flamengo x Corinthians


 
Na ocasião, reportagens publicadas por grandes portais davam conta de que o Flamengo pretendia aumentar essa porcentagem da receita nos jogos seguintes, onde não haveria o custo de “preparação do estádio” avaliado em R$ 344.191 – valor que incluiria a recolocação do gramado após a cerimônia de encerramento dos Jogos Paralímpicos. Ocorre que o borderô do jogo do Botafogo registra um novo custo em vez do “custo de preparação do estádio – um certo “custo de infraestrutura do estádio”, que foi de R$ 228.316, ou quase 10% da renda bruta. Com isso, em vez de subir, a porcentagem da receita bruta que ficou com o Flamengo registrou pequena queda, ficando na casa de 57,7% – R$ 1,34 milhão da renda de R$ 2,41 milhões. O forçoso fechamento do Setor Sul foi determinante para esse resultado, já que houve perda de potencial receita, mas não deixa de ser um estudo de caso para jogos com cerca de 40 mil pagantes.
 
Borderô Flamengo x Botafogo

Borderô Flamengo x Botafogo


 
Um parêntese: é curioso observar que o borderô de Fluminense x Vitória não registra nenhum custo equivalente ao da infraestrutura do estádio. Lembrando que os borderôs não são auditados e cada clube usa seus próprios critérios para informar os custos. Mas como se trata de jogos no mesmo estádio, é razoável assumir que o Fluminense de fato teve prejuízo – em vez do magro lucro de R$ 16 mil que declarou.
 
Borderô Fluminense x Vitória

Borderô Fluminense x Vitória


 
Voltando ao Flamengo: somado ao custo operacional do estádio, que no contrato com a Odebrecht era limitado a pouco mais de 300 mil em jogos com mais de 30 mil torcedores e agora atingiu 380 mil, o gasto de infraestrutura faz que a diferença de receita líquida em jogos de receita bruta equivalente com e sem consórcio seja menor do que o esperado. No melhor resultado do ano passado, o clube ficou com 47% da receita do jogo contra o Santos, de renda total semelhante ao clássico do último sábado. Ainda assim, o Flamengo está tendo resultados só comparáveis ao da
final da Copa do Brasil de 2013, em termos de porcentagem da receita – na ocasião, o clube ficou com os mesmos 57,7% da renda da partida contra o Botafogo.
 
Borderô Flamengo x Santos (2015)

Borderô Flamengo x Santos (2015)


 
Se o Maracanã decerto oferece as maiores possibilidades de grande receita bruta nos jogos lotados, os altos custos fixos tornam questionável sua viabilidade econômica em uma eventual administração rubro-negra. O MRN apurou que o clube considera uma cifra ideal a captura de 65% da renda bruta para os cofres do Flamengo – valor que ainda não foi alcançado nesses dois jogos, mas pode ser atingido caso o clube possa vender ingressos no Setor Sul, o que só acontecerá contra o Santos, caso o Jurídico não consiga reverter a pena imposta pelo STJD que limitou a venda de entradas por um jogo após os incidentes com a torcida do Corinthians.
 
 
Rodrigo Rötzsch
Twitter: @rodrigorotzsch
Apoie o MRN contribuindo mensalmente com o nosso projeto: a partir de 1 real! Clique em bit.ly/ApoiadorMRN
 
 
Imagem destacada: Foto: Gilvan de Souza


Siga-nos no Twitter: twitter.com/MRN_CRF
Curta nossa página: facebook.com/M.RubroNegro
Instagram: Instagram.com/mrn_crf
Canal do YouTube: MRN TV
Whatsapp: 21 98917.4639
 
 

Seja Apoiador do Mundo Rubro Negro! Você participa do grupo de Whatsapp exclusivo e concorre a uma camisa oficial do Flamengo autografada por todo o elenco do time de futebol. Clique no banner!

apoia.se mrn

 
 

Seja Sócio Torcedor

Sócio-Torcedor

 
 

Procurando uma hospedagem com atendimento personalizado?

Euler
 
 

Seja um #ApoiadorMRN! Ajude contribuindo com R$ 5, R$ 10 ou R$ 20 mensais e participe do nosso grupo exclusivo de WhatsApp e muito mais. Esta é a forma que nós temos de manter e planejar o nosso projeto como um todo. Se você possui um negócio ou serviço que precisa ser divulgado, temos planos de apoio a partir de R$ 50 mensais com publicidade no nosso site e redes sociais. Clique aqui e vire um #ApoiadorMRN: bit.ly/ApoiadorMRN
Participe da campanha especial de arrecadação para viabilizar a produção e edição de conteúdo no canal do MRN no YouTube. Doe qualquer quantia de forma rápida e segura!