erico lopes blogueiros da nação espírito santo flamengo x internacional 2016

Foto: Érico Lopes

 

Por Érico Lopes (Twitter: @ericollopes)

Blogueiros da Nação – Espírito Santo

Na quarta-feira, 29 de junho, o dia amanheceu com o céu ensolarado de um lado e muito nublado de outro. A possibilidade de chuva era real mas nada de desânimo: hoje tem Flamengo no Espírito Santo! Mesmo sem precisar acordar para ir ao trabalho, levantei cedo. Sintoma de ansiedade, claro! O primeiro pensamento só podia ser o jogo no estádio Kléber Andrade. Tanto tempo que não vejo meu Mengão de perto… E será um dia especial, pois meu filho, de apenas 5 anos, vai sentir pela primeira vez o clima de como é amar o Flamengo. Acostumado a me ver vendo o jogo pela TV, às vezes acha engraçado o pai dele tempo todo aos gritos.



A hora não passa. Até a fome a ansiedade tira! Se ganharmos iremos encostar no G4. Nem quero pensar na possibilidade de derrota. Ainda bem que é feriado no município onde minha empresa está instalada, imaginem como eu estaria trabalhando? Concentração zero. A chuva chegou fina mas não sem trégua, minha gripe piora, mas quero ver qual médico vai me dizer que eu não posso ficar no tempo?

Tenho que sair de casa cedo pra ir buscar meu filho e depois ir à casa da minha namorada e de lá, finalmente, rumar para o jogo mais aguardado do ano. Minha namorada também estava está meio nervosa, com medo de não conseguir sair do serviço a tempo. Faço de tudo para que ela fique calma. E torço para a minha logística não falhar. É isso que o Flamengo faz nas nossas vidas quando está perto de nós. Bagunça nossa rotina e solicita nossa alma inteira para lhe servir.

No trajeto até a casa da mãe do meu filho já vejo bastante torcedores nos pontos de ônibus e ainda são 16h. “Será que eu vou me atrasar?”, penso pela vigésima vez. Pensamento positivo, vou conseguir chegar antes do início da partida. A aventura começa com um ônibus lotado. Mesmo com namorado e uma criança não posso ter o capricho de não pegar o primeiro ônibus, por mais lotado que esteja. Vai dar 18h. E agora o medo é pegar trânsito (rs) e chegarmos com o jogo já iniciado. Graças a Deus esse problema eu não tive e chegamos rápido ao estádio.

Quando desço do ônibus vejo aquele Mar Rubro-Negro. Como é bom fazer parte dessa Nação. Como é linda essa torcida pelo Flamengo. Que festa linda. É a primeira vez que vou a um jogo valendo 3 pontos aqui no Espírito Santo e estamos perto do G4. Essa Nação vai apoiar demais!

Ao entrar no estádio sinto aquele clima. A ansiedade muda para animação, vontade de começar a cantar e apoiar o meu Flamengo, e dali até o fim do jogo foi só festa. Não paramos por nenhum momento e fizemos do Kleber Andrade nossa casa, apoiando todos os jogadores. Vimos que eles estavam retribuindo esse apoio, o gol logo veio e foi… foi o máximo da emoção, só isso que consigo dizer. Como eu amo ver um gol do Flamengo. Se pela TV eu grito e comemoro feito um louco imaginem vocês, irmãos de fé, como eu fico no estádio? O jogo está em nossas mãos. Poderíamos ampliar, a pontaria dos nossos jogadores não está lá essas coisas.

Enfim, fim de jogo.


Vou para casa na esperança de que o Flamengo possa vir mais vezes para o estado. Quero poder sentir novamente essa sensação inexplicável que é ter o time perto de você. Só me fez amar mais esse clube, que me proporciona tantas alegrias.

Seja um #ApoiadorMRN! Ajude contribuindo com R$ 5, R$ 10 ou R$ 20 mensais e participe do nosso grupo exclusivo de WhatsApp e muito mais. Esta é a forma que nós temos de manter e planejar o nosso projeto como um todo. Se você possui um negócio ou serviço que precisa ser divulgado, temos planos de apoio a partir de R$ 50 mensais com publicidade no nosso site e redes sociais. Clique aqui e vire um #ApoiadorMRN: bit.ly/ApoiadorMRN
Participe da campanha especial de arrecadação para viabilizar a produção e edição de conteúdo no canal do MRN no YouTube. Doe qualquer quantia de forma rápida e segura!