Pela semifinal do Campeonato Carioca, o Flamengo entrou em campo contra o Vasco na Arena Amazônia e perdeu por 2×0. Vejam as notas dos jogadores.

novaquebraatuações

Paulo Victor: Não teve culpa no primeiro gol, mas junto a Wallace falhou de forma bizarra no segundo. Segue fazendo uso do chutão e pouco tenta trabalhar com a saída por baixo tão treinada. NOTA 5

Rodinei: Um leão no ataque. Muito fraco na defesa. Deixou espaços no setor defensivo que comprometeram o time. No lance do primeiro gol não voltou e deixou César Martins em situação complicada. NOTA 5

César Martins: Começou muito nervoso, mas até que não foi tão ruim. Após sofrer com a falta de apoio da dupla que complementa seu lado da defesa, se adiantou mais e fez cortes importantes. De qualquer forma, no conjunto da obra não foi tão bem quanto já foi em outras partidas. NOTA 5

Wallace: Começou impondo respeito no seu lado e até esteve seguro durante boa parte do jogo, mas no segundo tempo cometeu falha bisonha e fez gol contra. Sua disposição não foi párea para o ímpeto do adversário. NOTA 5,5

Jorge: Teve uma parcela de culpa nos dois gols vascaínos. No primeiro, não dividiu com Andrezinho com a firmeza necessária. No segundo, deixou Riascos sozinho na área pra dominar e finalizar. NOTA 4


Cuéllar: Brigou o jogo inteiro, mas cometeu faltas bobas, numa delas Rodrigo acertou um forte chute de longe. Ainda precisa tentar contribuir mais no ataque, já que demonstra que tem capacidade para isso. NOTA 5,5

William Arão: Mais uma vez aparecendo no ataque e deixando espaços na defesa. O volante às vezes parece se comportar como um peladeiro se mandando para o campo ofensivo e esquecendo suas atribuições defensivas. NOTA 4,5

Mancuello: Sumido no jogo. Mal tocou na bola no primeiro tempo e isso não mudou muito no segundo, piorando com a expulsão de um jogador do Flamengo. Péssimo nas bolas paradas, só chegou com perigo em uma oportunidade num chute rasteiro defendido por Martín Silva. NOTA 4,5

Gabriel: Entrou com a sua disposição característica e teve movimentação acima do time inteiro. Talvez fosse melhor não ter começado a partida, mas observando a forma como a equipe inteira se apresentou, fez jus à sua escalação. NOTA 5

Marcelo Cirino: O lado direito do Flamengo foi bem marcado no primeiro tempo e o camisa 7 não produziu. O panorama não foi muito diferente na etapa final. NOTA 4,5

Guerrero: A bola chegou quadrada na maioria das oportunidades, mas o camisa 9 ficou devendo mais uma vez em um clássico. Exigiu defesa importante do goleiro adversário num chute de fora da área e foi só isso. Fez bom papel de pivô em alguns lances, porém nenhum aproveitado. NOTA 5,5

Alan Patrick: Mudou a maneira do time jogar nos primeiros 15 minutos do segundo tempo, mas foi infantil ao dar uma tesoura por trás no adversário. NOTA 4

Ederson: Como nos últimos jogos, entrou no decorrer do segundo tempo e nada mudou na partida. NOTA 5

Vizeu: Mal tocou na bola. SEM NOTA.