novaquebraatuações

Pela décima sexta rodada do Campeonato Brasileiro, o Flamengo foi a campo em plena segunda-feira em Cariacica – ES para enfrentar o América-MG. Após um primeiro tempo de muita posse de bola mas pouca criação, o Flamengo conseguiu marcar na segunda etapa com Paolo Guerrero e Alan Patrick. Ao final o América diminuiu dando números finais ao placar. Com resultado o Mengão chega aos 27 pontos e encosta novamente nos ponteiros do Brasileirão. Veja a seguir as notas das atuações dos jogadores.


Muralha – Definitivamente o dono da vaga no gol do Flamengo. Com defesas dignas de um selecionável, Muralha foi efetivo nas defesas no gol rubro-negro e muito consciente nas jogadas com os pés e só tomou gol numa bola indefensável. NOTA 7,5

Pará – Uma das melhores partidas do lateral direito pelo Flamengo. Com começo um pouco tímido e dando até algum espaço para criação do adversário por aquele lado, o camisa 21 evoluiu e foi peça fundamental para o Flamengo daí por diante. Um monstro na defesa e com passes para gol no ataque, Pará substituiu o até então titular absoluto Rodinei com volume de jogo superior e deu uma ótima dor de cabeça para o técnico Zé Ricardo. NOTA 8,5

Réver – Muito valente, o camisa 15 parece cada dia mais seguro na posição e ciente do seu lugar no time. Sempre com cortes certos pelo alto e buscando antecipações, o experiente zagueiro também não hesitou em jogar feio e dar o chutão. Talvez o pouco entrosamento com Pará pode ter atrapalhado as saídas de bola sem lançamentos. Errou a passada no cruzamento que culminou no gol do América mas não foi culpado direto por ele. NOTA 7

Juan – Embora buscando correr certo, o capitão do Mengão ainda demonstrou uma certa falta de ritmo em alguns lances. Sofrendo com a fragilidade na proteção que o lateral esquerdo passava, o camisa 4 precisou se desdobrar para que o time não tomasse sufoco em lances razoavelmente fáceis para a defesa. Unanimidade para muitos na torcida, Juan precisava mostrar mais do que Vaz vinha fazendo para voltar ao time dessa forma. NOTA 7

Chiquinho – Definitivamente um erro de percurso. Mesmo sem ser lateral, o jogador vindo do Santos foi contratado para jogar numa posição que não domina e sua atuação deu um claro sinal disso. Sua partida foi tão ruim que o técnico Zé Ricardo perdeu a paciência e improvisou o multifuncional Rafael Vaz na posição para os minutos finais da partida. NOTA 4

Márcio Araújo – Escalado mais uma vez para proteger os zagueiros, o volante fez o que mais sabe. Irritar o torcedor, mas hoje um diferencial surgiu na sua atuação. O camisa 8 revezou o espaço no ataque com Arão e tentou criar jogadas pela direita e até fez cruzamentos razoáveis. Limitado tecnicamente, Márcio cometeu falhas em lances bobos, mas não comprometeu o time defensivamente. Falta ainda qualidade para dinamizar as saídas. NOTA 6,5

Arão – Péssimo jogo do volante do Fla. Não parece estar bem fisicamente. Não apoiou como de costume e esteve mal na marcação do meio-campo, sendo facilmente driblado pelos adversários. NOTA 5

Mancuello – Esteve longe do seu melhor futebol, mas mostrou muita raça em lances de disputa de bola no meio-campo com carrinhos para recuperar a bola. Com 70% de posse de bola no 1° tempo, o argentino se movimentou pouco e deu poucas opções pra equipe trabalhar a bola. NOTA 6

Alan Patrick – Assim como o argentino, o camisa 19 também se movimentou pouco no 1° tempo, mas se destacou um pouco mais, arriscando chutes da entrada da área. Já na etapa final, marcou o 2° gol do Mengão em cobrança de pênalti. Cansou nos minutos finais e foi substituído. NOTA 6,5

Fernandinho – Errou simplesmente todas as jogadas que tentou. Não precisa ser falado mais nada. NOTA 4

Guerrero – Belíssima partida do atacante peruano. Em um 1° tempo onde o Flamengo foi muito mal, o peruano foi um dos poucos destaques positivos se movimentando bastante e brigando pelas bolas dentro da área, tendo até um gol bem anulado por impedimento. Na etapa final, o desempenho só melhorou e o camisa 9 balançou as redes num belo cruzamento de Pará. Depois ainda carimbou uma bola na trave e teve outra chance em bate-rebate dentro da área. NOTA 9

Gabriel – Substituiu o apagado Fernandinho e pouco fez também. SEM NOTA

Rafael Vaz – Improvisado na lateral esquerda, conseguiu mesmo em poucos minutos ser melhor que Chiquinho. Fechou bem o lado na defesa e buscou jogadas no ataque. NOTA 6,5

Adryan – Merecendo estar em campo como titular, entrou na vaga do cansado Alan Patrick e pouco pôde fazer pelo desgaste de seus companheiros. SEM NOTA

 

E aí, gostou ou não das notas? Deixe seu comentário com sua nota e o por quê dela que a gente vai ficar muito feliz.


 

SRN, Raony Furtado.

Seja um #ApoiadorMRN! Ajude contribuindo com R$ 5, R$ 10 ou R$ 20 mensais e participe do nosso grupo exclusivo de WhatsApp e muito mais. Esta é a forma que nós temos de manter e planejar o nosso projeto como um todo. Se você possui um negócio ou serviço que precisa ser divulgado, temos planos de apoio a partir de R$ 50 mensais com publicidade no nosso site e redes sociais. Clique aqui e vire um #ApoiadorMRN: bit.ly/ApoiadorMRN
Participe da campanha especial de arrecadação para viabilizar a produção e edição de conteúdo no canal do MRN no YouTube. Doe qualquer quantia de forma rápida e segura!