novaquebraatuações

Na Arena das Dunas, sob forte chuva, o Flamengo começou avassalador, parecia que iria golear. No 2° tempo o jogo equilibrou, o Fluminense conseguiu encaixar bons contra-ataques e falhas individuais garantiram a vitória tricolor.

Alex Muralha: Foi pouco exigido no jogo, mas quando o Fluminense chegou foi bem. Não teve culpa nos gols, que ocorreram em falha direta dos companheiros. Nota 6,5

Pará: No 1° tempo teve muito espaço, principalmente no início, e deu ótimos passes para Cirino subir quase sozinho. Seguro na defesa, subiu sempre que pôde e, mesmo ao sentir lesão no fim do jogo, continuou em campo defendendo e atacando, acertando cruzamentos. Nota 6,5

Réver: Foi seguro e deu botes perfeitos nos momentos de pressão, mas nos contra-ataques falhou sempre que se exigiu velocidade. Recuou mal a bola no lance do 2° gol, deixando Vaz em situação difícil. Nota 5,5

Vaz: Esteve bem a maior parte do jogo, porém continua subindo demais para apoiar e deixando a posição desguarnecida, algo que é explorado pelos adversários. No lance decisivo do jogo foi displicente ao recuar a bola para o goleiro e deixou Richarlison livre para fazer o gol da vitória tricolor. Nota 3,5


Jorge: No 1° tempo esteve muito bem fazendo a proteção do lado esquerdo e subindo para apoiar sempre que necessário. No 2° tempo não tinha cobertura com Sheik em campo e subiu pouco para apoiar. Na defesa, esteve sobrecarregado pela falta de auxílio de Sheik e Alan Patrick, que não ajudavam na marcação. Nota 6,5

Márcio Araújo: Continuou se omitindo na saída de bola, se posicionando mal em campo na cobertura e correndo atrás do marcador ao invés de se antecipar. Saiu após o Fluminense marcar o 2° gol. Nota 5

William Arão: Atuou mais recuado ajudando na saída de bola, aparecendo um pouco menos no ataque. No 1° tempo conseguiu algumas boas jogadas com Cirino, ainda tentou um chute de longe que isolou. No início do 2° tempo, após cobrança de escanteio, fez um gol contra em cabeceio displicente. Nota 4,5

Cirino: Começou parecendo que faria bom jogo, conseguindo aproveitar as falhas de marcação para ir à linha de fundo cruzar. Mas o excesso de escolhas erradas em jogadas prejudicou vários ataques, continuou errando muito. No 2° tempo, enquanto esteve em campo, se omitiu o quanto pôde. Nota 5

Alan Patrick: Nos primeiros minutos de ritmo avassalador finalizou duas vezes. No segundo tempo participou do lance do gol do Flamengo quando chutou forte, obrigando Cavalieri a soltar a bola na cabeça de Guerrero. Depois disso mal pareceu estar em campo. Nota 5

Ederson: Não produziu muito no ataque, pois as jogadas saíram prioritariamente pela direita, onde a marcação tricolor dava espaços. Mas auxiliou Alan Patrick ao cair pro meio em alguns lances, além de ajudar na marcação. Com ele em campo, Jorge apoiou mais e o lado esquerdo esteve mais seguro. Nota 6,5

Guerrero: O melhor jogador do Flamengo em campo. Conseguiu segurar a defesa do Fluminense e fazer o pivô em alguns dos principais lances de perigo do Flamengo. Com maestria, deslocava a marcação abrindo espaços para Cirino e Alan Patrick entrarem na área (não à toa perderam muitos gols). E, no 2° tempo, quando teve uma boa chance, mandou a bola para a rede. Nota 7,5

Emerson: Entrou no intervalo e pouco produziu. Além de deixar um buraco imenso na marcação, quando tinha a bola prendia demais para cavar a falta e não conseguia dar sequência a nenhuma jogada. Nota 4

Fernandinho: Entrou quando o jogo estava empatado. No primeiro lance com a bola tentou cavar uma falta, perdendo a bola quando o time estava todo no ataque, o que resultou no 2° gol do Fluminense. Nos 20 minutos seguintes mal apareceu no jogo. Nota 3

Mancuello: Entrou logo após o gol de Richarlison. Ocupou a função de 2° volante pela esquerda para ajudar na criação. Após sua entrada o Flamengo voltou a chegar com perigo, deu 3 chutes perigosos ao gol do adversário e supriu a falta de criatividade do meio. Nota 6