Flamengo joga mal mais uma vez, e sai derrotado em clássico no Maracanã. Time joga 2° tempo inteiro com um a mais em campo, mas não consegue reagir e arrancar empate

 

QUEBRA_PAG

 

Por: Hesley Menezes (Twitter: @_hesleymenezes)

 

Paulo Victor: 5 – Sem culpa nos gols.

Pará: 3 – Gol contra, pênalti… Atuação desastrosa do nosso lateral direito.

Bressan: 3 – Não precisou fazer pênalti ou gol contra pra tirar 3. Bastou entrar em campo.

Wallace: 3,5 – Não diferente de seu parceiro de zaga, como toda a defesa do Flamengo, Wallace foi mais uma vez um caos em campo. Sem segurança, sem liderança, sem proteção, sem nada.

Armero: 6 – Atacando, ótimo. Fez boas jogadas individuais, partindo pra cima, cruzando. Em uma delas, deixou Gum pra trás e colocou na cabeça de Alecsandro. Defendendo, péssimo. No 3° gol do Fluminense, deixou um buraco na lateral esquerda com apenas 30 segundos de jogo.

Cáceres: 5 – Muita disposição e raça em campo, pouca técnica.

Canteros: 3 – Errou tudo. Podemos resumir assim a partida de Canteros.

Arthur Maia: 2,5 – Errou tudo e mais um pouco. Iniciou o contra-ataque do 2° gol do Fluminense com um de seus muitos passes errados. Nem voltou para o segundo tempo.

Paulinho: 4,5 – Péssimo e totalmente nulo no 1° tempo. Na volta do intervalo, e com um a mais em campo, participou mais do jogo.

Everton: 4 – Passes errados, dribles mal-sucedidos, movimentação ruim… Mais uma atuação péssima do nosso camisa 22.

Alecsandro: 4 – Fez bonito gol em cabeçada firme no ângulo de Cavallieri. Mas trava muito o ataque jogando de costas. Não se movimenta.

Cirino: 4,5 – Entrou no intervalo, e depois de errar o passe que iniciou o contra-ataque do 3° gol do Fluminense, não tocou mais na bola. Sumiu completamente do jogo. No fim, quando inverteu de lado e foi pra esquerda, cruzou na cabeça de Eduardo Da Silva pra diminuir o placar.

Gabriel: 2,5 – Desastre. Resume-se a isso a partida de Gabriel.

Eduardo Da Silva: 6 – É o melhor atacante do Flamengo, e só entra nos minutos finais dos jogos. Impressionante como é mal aproveitado. No primeiro toque na bola, mandou pra dentro.

Cristóvão: 6 – Pegou terra arrasada, e 2 treinos não resolveriam o desastre tático que é o time. Em busca de pelo menos um empate, mandou 6 atacantes a campo e mostrou ousadia.