Select Page

Atuações: César falha, e Sheik entrega no fim; notas de Flamengo 1 x 2 Figueirense

Atuações: César falha, e Sheik entrega no fim; notas de Flamengo 1 x 2 Figueirense

Flamengo tem bom início de jogo, faz gol logo no início do 2° tempo, mas sofre o empate e se abala. Herói da última partida, Sheik entrega no último minuto do jogo; César falha feio

QUEBRA_PAG

Por: Hesley Menezes (Twitter: @_hesleymenezes)

César: 4 – Fez boas defesas no jogo, mas falhou feio ao tomar gol de falta em bola totalmente defensável.

Ayrton: 5,5 – Depois da boa estreia no meio de semana, prometeu mais apoio ao ataque. Até que cumpriu o que disse. Apoiou mais do que o jogo contra o Joinville, mas não foi tanto produtivo. Talvez o apoio e velocidade do Luiz Antônio pela direita fosse a melhor opção pra hoje. Defensivamente, não comprometeu.

Marcelo: 3 – Marcelo na zaga é sinônimo de aventura. Pode ser até voluntarioso, mas tem horas que confunde essa disposição com força exagerada, com um toque mais forte além da conta. Não dá pra imaginar o que o Marcelo vai fazer com a bola. É sempre uma surpresa. No segundo gol do Figueirense, não pulou pra cabecear, e a bola chegou nos pés do jogador do Figueira.


Wallace: 6 – Fez uma partida segura no combate homem-a-homem. Roubou várias bolas, e até se aventurou no ataque. Foi quando cansou e nada mais pôde fazer, já no final do jogo.

Jorge: 6,5 – Estreou bem no meio de semana longe do Rio, e a dúvida era se não sentiria a pressão de jogar no Maraca com a atual fase do time. E o moleque fez novamente boa partida. Partiu pra cima, foi ao ataque, apoiou, finalizou, fez boas ultrapassagens. O futuro do Jorge tem tudo pra ser brilhante.

Jonas: 7 – É incrível a presença do Jonas em campo. Ele só não atua como centroavante. Ele marca, rouba bola, ajuda na distribuição, ele corre pra frente, corre pra trás, arrisca de fora da área. Ele se entrega em campo. E é isso que gostamos de ver em campo.

Canteros: 3 – Mais uma vez improdutivo com a bola nos pés. Mais uma vez improdutivo na marcação. Tá merecendo ir pro banco há um bom tempo, mas parece ter cadeira cativa entre os 11 titulares.

Alan Patrick: 6,5 – É um jogador de lampejos. É inconstante durante o jogo. Em um lance, ele é capaz de parar, pensar, driblar e achar o melhor companheiro livre pra fazer o passe. Em outro, aparenta estar totalmente desligado do jogo, resultando na perda da bola. No lance do gol, não há dúvidas. Ele estava ligadão, e na bobeira do goleiro do Figueira, roubou a bola da zaga e mandou pro fundo do gol.

Everton: 4,5 – Começou o jogo muito bem, abusando da sua velocidade nos contra-ataques. Depois, com o time do Figueirense mais fechado, foi improdutivo como o resto do time.

Cirino: 5 – Também começou o jogo muito bem, dando trabalho pra defesa do Figueira. Logo aos 5 minutos, chutou cruzado com perigo. Minutos depois acertou a trave em bonita finalização de esquerda. Já no fim do 1° tempo, pegou bonito chute de primeira, fazendo o goleiro adversário trabalhar. No segundo tempo, com o time nervoso em busca do desempate, também começou a jogar mal. Saiu do campo vaiado. Injustamente.

Sheik: 3 – Atuação individualista. Muita firula, pra pouca produtividade. No fim, perdeu a bola no meio campo que resultou no segundo gol do Figueirense.

Paulinho: 2 – Entrou pra errar passes.

Eduardo Da Silva: (sem nota) – Entrou faltando 3 minutos pro jogo acabar.

Cristóvão Borges: 0 – Seu time está empatando em casa contra um adversário fraco, que está satisfeitíssimo com o resultado. O que fazer? Substituir? Na cabeça do Cristóvão, só aos 32 minutos do 2° tempo. E uma segunda substituição? Ah, essa aí só aos 41 minutos. E uma terceira substituição? Ah não, essa aí nem precisa.

CJL-uB4WUAAfDt_

Jonas, com raça e disposição, é o melhor do Flamengo em campo na derrota por 2×1 para o Figueirense.

About The Author

ANÚNCIO

PRINCIPAIS POSTS

ANÚNCIO

TV MRN

Loading...

Assine nossa Newsletter

ANÚNCIO

Ajude o Mengão!

Banner_300X300

ANÚNCIO

Siga-nos no Twitter

%d blogueiros gostam disto: