novaquebraatuações

Atuações: Arão volta a marcar, Diego faz de pênalti e Mengão segue em busca da liderança

Após uma partida difícil contra o líder Palmeiras no meio de semana, o Flamengo voltou a campo em São Paulo. Desta vez para enfrentar o Figueirense pela vigésima sexta rodada do Campeonato Brasileiro. Dominante o jogo inteiro, o Mengão não deu espaços para o adversário e venceu com um ritmo de jogo muito forte imposto nos minutos iniciais e mantido até o final da partida. Veja a seguir as notas das atuações dos jogadores.



 

Alex Muralha – Entrando em campo após sua primeira convocação, recebeu o prêmio de assistir o jogo de dentro do campo. Pouco exigido, só bateu tiros de meta e trabalhou com os pés na saída de bola. Vive seu melhor momento na carreira. NOTA 7,5

Pará – Ficou difícil tomarem a vaga dele no time. Muito perigoso no ataque e com a eficiência mais que necessária. Sempre com muita seriedade e dedicação, o camisa 21 jogou uma partida de excelência mais uma vez. NOTA 8,5


Réver – De contratação questionável à titular incondicional. O experiente camisa 15 chegou um pouco desacreditado e foi buscando seu espaço até chegar a esse grande momento no time. Após um longo tempo sem jogar, está em franca evolução física e suas partidas estão cada vez mais seguras. Melhor zagueiro do Flamengo atualmente. NOTA 7,5

Rafael Vaz – A insistência nos lançamentos deram certo. O zagueiro mostrou qualidade defensiva e nessa partida acertou uma bola na medida para Arão abrir o placar. Não hesita em dar chutão e joga com qualidade quando preciso. Quis bater o pênalti sofrido por Felipe Vizeu, demonstrando confiança e arriscou em cobrança de falta. Seu nível técnico sobe a medida que se encaixa em seu momento. NOTA 8

Jorge – Um monstro defensivamente e importante no ataque. O homem dos rebotes em cobranças de escanteio, nosso camisa 6 é peça chave no esquema de Zé Ricardo. Não é mais uma revelação, mas sim uma grande descoberta do Fla e do futebol brasileiro. NOTA 7,5

Cuéllar – Entrando no time no Brasileiro após um longo tempo, o camisa 26 foi muito bem protegendo os zagueiros. Deu botes certeiros, roubou bolas e fez o mínimo de faltas, sempre em zonas mais distantes do gol. Fazendo uma inversão com Arão apareceu um pouco mais a frente em diversos lances da partida com passe de qualidade e a segurança necessária. Com ritmo de jogo, tem tudo pra ser dono da vaga na posição. NOTA 7

Arão – Partida que relembrou seus melhores momentos pelo time esse ano. Visivelmente a vontade em campo, o camisa 5 buscou jogadas pela direita, defendeu com segurança e confiança e aparecendo como elemento surpresa, deixou o seu gol abrindo o placar no Pacaembu. Parece estar voltando a jogar bem. NOTA 8,5

Diego – É o cérebro do time. Em franca evolução física, o camisa 35 comanda o time no meio campo e determina a dinâmica de jogo no ataque. Ajuda muito na marcação desde a saída de bola, além de aparecer próximo ao gol para finalizar sempre com perigo. É a cereja do bolo nesse time de futebol tão definido taticamente. Ainda chamou a responsabilidade e bateu o pênalti que selou a vitória por 2 a 0 do Mengão. NOTA 8,5

Gabriel – Com o esquema montado para o Flamengo jogar com pontas, o camisa 17 tem sido peça importante na chegada em velocidade pelos lados e na recomposição junto aos laterais para auxílio na marcação. Após sofrer uma pancada em finalização ao gol, sentiu uma lesão no pé e teve que sair. NOTA 6,5

Everton – O terror das defesas pela esquerda voltou de jogo em que foi poupado contra o Vitória em alto nível. Uma peça fundamental nesse esquema, Everton não facilitou a vida dos zagueiros adversários e ainda contribuiu de maneira importante na defesa ao lado de Jorge, com quem tem bom entrosamento. NOTA 7,5

Leandro Damião – Não conseguiu ser tão eficaz quanto já foi em outras partidas. Com a forte marcação do Figueirense na frente do gol, o atacante pouco ajudou ao time em lances ofensivos e ainda perdeu pênalti que abriria o placar no primeiro tempo. Substituído no segundo tempo por Felipe Vizeu, o camisa 18 foi bastante aplaudido pela torcida em demonstração de confiança e apoio a ele. NOTA 6,5

Fernandinho – Entrou e renovou o fôlego do time pelos lados. Caindo pela direita, o experiente atacante buscou jogadas em velocidade pela direita e conseguiu uma expulsão que tornaria ainda mais fácil a vida do time no ataque. Vive um ótimo momento após os gols decisivos e se tornou uma peça muito importante para o elenco. NOTA 7

Felipe Vizeu – Substituiu o cansado Leandro Damião e parecia ansioso nas diversas chances que teve, mas em um lance que fez uma bonita virada em cima do atacante, sofreu pênalti que Diego converteu e deu números finais ao placar. Além da ansiedade, pareceu estar fora de ritmo em algumas jogadas. Contudo, tem qualidade técnica e pode ser um grande atacante do Flamengo. NOTA 6

Alan Patrick – Veio para o time para cadenciar mais o jogo e deu certo. Deu passes para lances perigosos e fez o time girar a bola para que pudesse gastar o tempo sem se cansar. Quando se dispõe a jogar como fez nessa partida, tem vaga no time. NOTA 7

 

Crédito da imagem destada: Gilvan de Souza/Flamengo

 

O que achou das notas do jogo de hoje? Deixe sua opinião nos comentários aqui, ou em nossas redes sociais.

 

SRN,

 

Raony Furtado

Seja um #ApoiadorMRN! Ajude contribuindo com R$ 5, R$ 10 ou R$ 20 mensais e participe do nosso grupo exclusivo de WhatsApp e muito mais. Esta é a forma que nós temos de manter e planejar o nosso projeto como um todo. Se você possui um negócio ou serviço que precisa ser divulgado, temos planos de apoio a partir de R$ 50 mensais com publicidade no nosso site e redes sociais. Clique aqui e vire um #ApoiadorMRN: bit.ly/ApoiadorMRN
Participe da campanha especial de arrecadação para viabilizar a produção e edição de conteúdo no canal do MRN no YouTube. Doe qualquer quantia de forma rápida e segura!