Confira abaixo as notas do nosso apoiador Alex Reis (Twitter: @alexsjreis).

Os apoiadores do MRN participam ativamente do projeto. Você pode se tornar apoiador do MRN doando mensalmente qualquer valor a partir 5 reais. Para saber mais, entre neste LINK.


 

Muralha: Atuação discreta, pois foi pouco exigido, porém quando foi fez apenas uma defesa difícil espalmando a bola para o lado como manda o manual. Nota 6.

Pará: A grande virtude do nosso lateral-direito a aplicação tática, ontem manteve o mesmo padrão que tem feito com que ele seja, ao menos por enquanto, intocável na lateral direita. Nota 6.

Réver: Nosso capitão já encarnou o espírito de raça e garra que todo jogador que veste o Manto deveria ter, tem sido fundamental na zaga e mesmo quando sua posição é trocada está se saindo muito bem. Nota 8.


Rafael Vaz: O banco e a sombra de Donatti com duas atuações seguras fizeram com que o nosso quarto-zagueiro parasse de pensar que era o Baresi. Jogando sério, Vaz até que consegue ter atuações seguras como a de ontem, esperamos que não mude de postura. Nota 7.

Trauco: A grata surpresa vindo da seleção peruana. Como lateral esquerdo tem uma certa deficiência defensiva, mas a parte ofensiva não deixa a desejar e até fez com que a torcida esquecesse do xodó prata da casa que foi vendido no início da temporada. Brindou-nos com um legítimo gol de raça e vontade. Nota 8.

Márcio Araújo: O “Mito incompreendido e injustiçado” teve uma atuação segura, como de costume, quase não errou passes, abriu espaços, teve boa saída de bola (acredite!), fez desarmes e tudo o que é necessário para um camisa 5, opa, mas ele veste a 8, mesmo número da nota que devo atribuir a ele. Nota 8.

Mancuello: Perdido em todas as posições que apareceu e com aquele trote estilo gazela, não consegue convencer a torcida. Nota 5.

William Arão: Boa atuação, apesar de alguns erros de passe, precisa melhorar nas finalizações, pois é o “volante” que mais aparece na área e foi o segundo jogo consecutivo que perdeu gol feito, porém não falta dedicação e entrega. Nota 7.

Gabriel: Esse menino joga futebol? Entrou em campo ontem? Nota 1.

Guerrero: É incrível como esse jogador consegue dominar as bolas mais difíceis e os “tiros” que vêm em sua direção. Se mantiver esse nível de atuação vai entrar pra galeria dos grandes ídolos do clube. Acabou o caô! Nota 9.

Rodinei: Muitos devem ter torcido o nariz com sua entrada. O que aconteceu foi que ele não só deu consistência e rapidez aos ataques como se tornou o personagem predestinada da partida. Nota 8.

Cuéllar e Renê: Jogaram poucos minutos e não comprometeram. Sem notas.

Zé Ricardo: Os números comprovam a competência do nosso técnico, mas apesar dos bons resultados algumas escolhas são questionáveis, especificamente no jogo de ontem, manter o Gabriel em campo não foi a melhor, porém como a sorte acompanha os competentes, fez a substituição que mudou o jogo ao colocar o Rodinei em campo. Nota 7.

Torcida: Como de costume a torcida deu show, apesar de no primeiro tempo estar um pouco impaciente com os jogadores e ensaiar algumas vaias. Nota 9.

 


Vire Apoiador do MRN: entenda melhor clicando nesse nesse link: bit.ly/ApoiadorMRN