O volante Willian Arão teve nova vitória na Justiça contra o Botafogo. O Tribunal Regional do Trabalho confirmou a sentença da primeira instância, que liberou o volante do clube alvinegro. A vitória foi anunciada no Twitter pelo advogado de Arão:

O Botafogo alega que o contrato de Arão tinha renovação automática. O jogador devolveu por duas vezes um depósito de R$ 400 mil do alvinegro para renovar o vínculo e assinou com o Flamengo no início de 2016.

A decisão de hoje não encerra a batalha judicial. O Botafogo já anunciou que irá recorrer ao Tribunal Superior do Trabalho, em Brasília.

O caso Arão estremeceu as relações entre Botafogo e Flamengo. O clube alvinegro se recusa a ceder o Engenhão para jogos do Flamengo enquanto não receber uma compensação por Arão. Com a decisão da Justiça, essa pretensão fica cada vez mais distante.

Pelo Flamengo, Arão ganhou a Bola de Prata como melhor volante do último Campeonato Brasileiro e chegou à seleção no amistoso contra a Colômbia, começando como titular. No início deste ano, ele renovou o seu contrato com o rubro-negro, que agora vai até o fim de 2019.

 
 
O que você pensa sobre isso?


Vire Apoiador do MRN: entenda melhor clicando nesse nesse link: bit.ly/ApoiadorMRN

Outras formas de ajudar este projeto:
– Nosso site faz parte do plano de afiliados do Nação, o programa de sócio-torcedor do Flamengo. Se você clicar em bit.ly/STdoMRN e aderir ao programa, ou até mesmo renovar seu atual plano, o Mundo Rubro Negro ganha 50% da sua primeira mensalidade.