A parceria com a Double Pass, noticiada em novembro pelo MRN, já começa a dar os primeiros frutos para o Flamengo. Após uma semana de observação no Ninho do Urubu, a empresa belga preparou um relatório com uma série de recomendações para o Flamengo melhorar suas categorias de base. Uma delas já será adotada imediatamente: em 2017, o orçamento para a área terá aumento de quase 50%, chegando a R$ 14 milhões contra os atuais R$ 9,5 milhões. (O valor ainda precisa ser aprovado pelo Conselho de Administração do clube, que analisa a proposta orçamentária da diretoria.)



– Eles (Double Pass) fizeram avaliação muito boa do nosso trabalho e bate muito com as coisas que a gente acredita que tem que implantar aqui. Prefiro não citar no momento porque ainda estamos na fase de montagem e estruturação, mas fizeram lista de providências e ações que vamos tomar – disse o CEO Fred Luz ao Globoesporte.com.

A Double Pass é responsável pelo planejamento a longo prazo das seleções alemã, belga e americana, entre outras parcerias com seleções e clubes.

Mesmo com baixo investimento, a base do Flamengo teve um ano muito bom. O clube voltou a conquistar a Copa São Paulo, principal competição de categorias de base no país, após cinco anos e pela primeira vez na história. O bom trabalho com o sub-20 fez que o técnico Zé Ricardo fosse escolhido para substituir Muricy Ramalho, e o resultado foi a melhor campanha em termos de pontuação do Flamengo na história dos campeonatos de pontos corridos. Além da Copinha, o sub-20 também conquistou o OPG, e o Flamengo foi campeão carioca do sub-13 ao sub-17 – que passou a temporada invicto.

Ainda falta, porém, um maior aproveitamento dos jovens formados nas categorias de base no time principal. Este ano, além de Jorge, que já havia sido promovido em 2015, o único atleta da base que teve constantes oportunidades no time principal foi o atacante Felipe Vizeu. O zagueiro Leo Duarte chegou a ser titular numa situação emergencial no início do Campeonato Brasileiro, mas não voltou a jogar após a chegada de Rafael Vaz, Rever e Donatti. Além deles, o goleiro Tiago, o lateral Thiago Ennes, o volante Ronaldo e o meia Paquetá foram promovidos após a Copinha, mas tiveram poucas ou nenhuma oportunidade.

Além de aumentar os gastos com viagens das equipes para competições no exterior e recrutamento de novos jogadores, o Flamengo planeja iniciar em abril do ano que vem a construção dos módulos da base no Ninho do Urubu. Durante as obras, as categorias inferiores usarão o espaço provisório que foi utilizado pelos atletas do profissional este ano.

 
 
O que você pensa sobre isso?


Vire Apoiador do MRN: entenda melhor clicando nesse nesse link: bit.ly/ApoiadorMRN


Outras formas de ajudar este projeto:
– Nosso site faz parte do plano de afiliados do Nação, o programa de sócio-torcedor do Flamengo. Se você clicar em bit.ly/STdoMRN e aderir ao programa, ou até mesmo renovar seu atual plano, o Mundo Rubro Negro ganha 50% da sua primeira mensalidade.


Seja um #ApoiadorMRN! Ajude contribuindo com R$ 5, R$ 10 ou R$ 20 mensais e participe do nosso grupo exclusivo de WhatsApp e muito mais. Esta é a forma que nós temos de manter e planejar o nosso projeto como um todo. Se você possui um negócio ou serviço que precisa ser divulgado, temos planos de apoio a partir de R$ 50 mensais com publicidade no nosso site e redes sociais. Clique aqui e vire um #ApoiadorMRN: bit.ly/ApoiadorMRN
Participe da campanha especial de arrecadação para viabilizar a produção e edição de conteúdo no canal do MRN no YouTube. Doe qualquer quantia de forma rápida e segura!