Antes de Guerrero acertar a falta contra o Fluminense, o Flamengo não fazia um gol neste tipo de jogada há quase um ano, desde que Alan Patrick tinha marcado contra o Fortaleza, pelo jogo de volta da segunda fase da Copa do Brasil, em maio de 2016. Mas o gol do peruano abriu a porteira, e Diego, contra o San Lorenzo, e Lucas Paquetá, contra a Portuguesa, também transformaram cobranças de falta em gols nas últimas partidas.



A sequência de três jogos com gols de falta não acontecia desde maio de 2000. Só que naquela ocasião, foram apenas dois cobradores diferentes. O primeiro jogo da sequência foi contra o América, pelo Campeonato Carioca. Vitória por 4×1 e dois gols de falta, um de Petkovic e outro de Rodrigo Mendes.

O segundo jogo foi pela Copa do Brasil. Pet fez o primeiro no empate em 3×3 contra o Guarani (não encontramos vídeo do lance).

O terceiro jogo da sequência, novamente com Pet, foi no clássico contra o Fluminense. O gringo marcou o primeiro na vitória por 3×2, também pelo Campeonato Carioca.

Já a sequência de três jogadores marcando gols de falta em três jogos consecutivos pelo Flamengo pode até ser inédita na história. A pesquisa do MRN não encontrou registros. Se algum leitor se lembrar de algo parecido, por favor avise nos comentários.

 
 
O que você pensa sobre isso?


Vire Apoiador do MRN: entenda melhor clicando nesse nesse link: bit.ly/ApoiadorMRN


Outras formas de ajudar este projeto:
– Nosso site faz parte do plano de afiliados do Nação, o programa de sócio-torcedor do Flamengo. Se você clicar em bit.ly/STdoMRN e aderir ao programa, ou até mesmo renovar seu atual plano, o Mundo Rubro Negro ganha 50% da sua primeira mensalidade.


Seja um #ApoiadorMRN! Ajude contribuindo com R$ 5, R$ 10 ou R$ 20 mensais e participe do nosso grupo exclusivo de WhatsApp e muito mais. Esta é a forma que nós temos de manter e planejar o nosso projeto como um todo. Se você possui um negócio ou serviço que precisa ser divulgado, temos planos de apoio a partir de R$ 50 mensais com publicidade no nosso site e redes sociais. Clique aqui e vire um #ApoiadorMRN: bit.ly/ApoiadorMRN
Participe da campanha especial de arrecadação para viabilizar a produção e edição de conteúdo no canal do MRN no YouTube. Doe qualquer quantia de forma rápida e segura!